Últimas do Mix

"Governador, esse sangue está em suas mãos!", dispara Adail Filho após ativista LGBTQIA+ ser alvejado a tiros em Coari

Foto: Montagem/Victória Cavalcante/Portal Mix de Notícias

Um jovem identificado como Marcos Peres, líder de uma militância política LGBTQIA+ no município de Coari (distante 363 Km de Manaus), foi alvejado a tiros durante a noite dessa quarta-feira (24), fato que fez o ex-prefeito do município Adail Filho (PP), responsabilizar Wilson Lima (PSC) pela falta de segurança no município. 

As vésperas da eleição suplementar em Coari, que deve ocorrer no dia 5 de dezembro, uma bomba estourou: Marcos Peres, apoiador do candidato a prefeito Keitton Pinheiro (PP), primo de Adail, é vítima de uma tentativa de assassinato.

Para Adail Filho, o atentado a vida do jovem não se trata de uma mera coincidência, e sim uma articulação criminosa da oposição. Sem citar nomes, Adail afirmou que: "Enquanto não temos policiamento nas nossas manifestações, o candidato do governador tem todo um aparato".


Além disso, Adail responsabilizou o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), pelo crime. "Governador, esse sangue está em suas mãos! estou denunciando a presença de uma milícia em Coari, que está sendo usada contra os nossos apoiadores", desabafou.

A deputada estadual mais votada do Amazonas, Mayara Pinheiro, que é irmã de Adail e deputada da base aliada ao governador, também foi às redes sociais se pronunciar sobre o assunto, repostando o stories de uma seguidora que também culpa Wilson Lima.

"Cadê os policiais? Porque não fazem a nossa segurança! Queremos uma eleição onde a polícia seja isenta! Exigimos respeito com a população de Coari! Até onde vai o governador e essa corja? Querem nos aterrorizar", diz a publicação compartilhada pela deputada.


Wilson Lima ainda não se pronunciou sobre o caso. Seria esse o fim da política da boa vizinhança entre a deputada e o governador? 

Nenhum comentário