Últimas do Mix

Salas de cinemas voltam a funcionar e circulação continua restrita entre 0h e 6h

Foto: Michael Dantas

Pelos próximos 15 dias, a contar de 28 de junho, o horário de circulação de pessoas continuará restrito no período entre 0h e 6h. A decisão é do Comitê Intersetorial de Enfrentamento à Covid-19, do Governo do Amazonas, que autorizou o funcionamento de salas de cinemas, desde que sigam uma série de protocolos sanitários e restrinjam a capacidade de público a 50%.

A medida estará definida em um novo decreto estadual, que ainda será publicado. O governador Wilson Lima alertou que, embora a vacinação contra a Covid-19 esteja avançando, é necessário que a população não deixe de seguir as medidas para conter a transmissão do novo coronavírus.

“É necessário que as pessoas tenham a devida consciência que nós não podemos relaxar, sob pena de perder tudo o que a gente conseguiu até agora. Então, nós precisamos continuar seguindo todos os protocolos, a questão do uso da máscara, do álcool em gel e respeitando o distanciamento e, dessa forma, aos poucos a gente vai se livrando, deixando para trás a pandemia”, disse Wilson Lima.

Os indicadores sobre a Covid-19, avaliados pelas autoridades sanitárias do Estado, mantiveram o Amazonas na fase laranja, o que corresponde a risco moderado para a transmissão do novo coronavírus.

Cinemas – Ao solicitarem a reabertura das salas de cinema, os representantes do segmento pactuaram os protocolos sanitários que se comprometem a seguir. Em caso de descumprimento, estão cientes de que o comitê pode voltar atrás e adotar medidas ainda mais restritivas.

Além de limitar a capacidade de público em até 50%, as salas serão higienizadas nos intervalos de cada sessão, item a item, incluindo poltronas, porta-copos e corrimãos. A máscara será obrigatória em todas as áreas comuns dos cinemas e haverá aferição de temperatura, independentemente de o serviço ser executado nas entradas dos shoppings. Será disponibilizado álcool em pontos estratégicos.

Haverá distanciamento entre pessoas. Nos cinemas, casais, famílias e pessoas que têm convívio podem se sentar juntas em, no máximo, grupos de até quatro pessoas. As empresas devem incentivar a compra do ingresso pela internet para evitar aglomerações nas bilheterias. As salas devem possuir sistema de renovação contínua do ar.

Nenhum comentário