Últimas do Mix

Enfermeira é suspeita de aplicar soro em vez de vacina na Alemanha

 

© Mohssen Assanimoghaddam/dpa/picture alliance

Uma investigação da polícia alemã apontou que uma enfermeira no norte do país pode ter aplicado solução salina em vez da vacina contra a covid-19 em milhares de pacientes, que terão agora que retornar aos centros de vacinação.

O escândalo ocorreu em um posto de imunização no distrito de Friesland, no litoral do Mar do Norte, e pode ter afetado cerca de 8.600 pessoas que se dirigiram ao centro para se vacinar entre 5 de março e 20 de abril.

Desse total, mais de 2.000 habitantes da região já responderam à convocação das autoridades locais e se registraram para receber o imunizante, informou nesta quarta-feira (11/08) a Secretaria de Saúde do estado alemão da Baixa Saxônia, onde Friesland está localizado.

As primeiras doses para os pacientes afetados já serão oferecidas a partir desta sexta-feira, comunicou um porta-voz do distrito. Trata-se do maior recall da campanha de vacinação no país até agora.

Embora a solução salina não seja perigosa para quem a recebeu, o escândalo ocorreu num momento em que a Alemanha vacinava idosos com alto risco de serem infectados pelo coronavírus – e que, ao não receberem a vacina, ficaram desprotegidos.

A polícia disse que ainda não está claro o que motivou a enfermeira – cujo nome não foi divulgado – a agir dessa forma. Mas sabe-se que ela expressou ceticismo em relação à vacina em postagens nas redes sociais. Segundo a emisorra NDR, o caso foi entregue a uma unidade especial que investiga crimes de motivação política.

O chefe de polícia de Wilhelmshaven/Friesland, Peter Beer, afirmou apenas que evidências concretas do crime teriam surgido durante o interrogatório da suspeita, mas ele não forneceu maiores detalhes. Também não ficou claro se a enfermeira está presa.



Fonte: DW

Nenhum comentário