Últimas do Mix

INSS faz alerta para novo golpe nos aposentados; veja como se proteger

INSS faz alerta para novo golpe nos aposentados
Reprodução: iG - INSS faz alerta para novo golpe nos aposentados


Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão recebendo ligações para fazer prova de vida on-line. Do outro lado da linha um falsário que diz ser da Central de Atendimento 135 da autarquia e cita todos os dados pessoais do aposentado. Em seguida enviam uma mensagem, por WhatsApp, pedindo que o aposentado ou pensionista envie a foto de um documento para finalizar o processo. O INSS faz o alerta: é golpe!

"Caso recebam esse tipo de ligação, desliguem o telefone e não forneçam nenhuma informação. O INSS não faz contato por telefone para procedimento de prova de vida", informa a autarquia.

O órgão estima que esse golpe começou a ser aplicado com a ampliação da prova de vida por biometria facial, realizada por meio de aplicativo. Mas, no entanto, algumas revisões que o INSS faz também têm sido usadas por golpistas como chamariz para obter dados pessoais de beneficiários. As abordagens podem ocorrer por carta, e-mail, telefone ou mensagem de celular. Segundo o instituto, em caso de tentativa de golpe, é preciso denunciar o fato pelo site  https//falabr.cgu.gov.br/ ou pela central telefônica 135.

De acordo com o instituto, somente em algumas situações é feito o contato com o segurado. Normalmente são para informar sobre procedimentos, andamento de requerimentos ou realizar reagendamentos. E adverte: "Em nenhum momento solicita qualquer informação, como CPF, nome da mãe ou senhas", informa.

O segurado pode receber e-mail, SMS, carta ou ligação do INSS, sempre por meio dos canais oficiais de atendimento: Meu INSS, Central de Atendimento 135, ou SMS identificado como 280-41. O instituto explica que somente nos casos em que o segurado entra em contato são solicitados CPF e nome da mãe para confirmação da identidade. Caso tenha caído na lábia de falsários, orienta o INSS, é importante registrar um boletim de ocorrência na delegacia.










Fonte: Agência O Globo

Nenhum comentário