Últimas do Mix

Jovens de Goiânia são presos por suspeita de golpe em idosa de Manaus

Golpe do WhatsApp: trechos de conversa de golpistas com vítima
Reprodução

Dois jovens foram presos em flagrante na capital goiana por suspeita de aplicar golpe por meio do WhatsApp contra uma idosa de 59 anos moradora de Manaus (AM). De acordo com a Polícia Civil de Goiás, o suspeito, de 26, e o suposto comparsa, de 23, admitiram que entraram em contato com a vítima usando a foto do filho dela e a fez realizar transferência de R$ 3.950.

Os nomes dos suspeitos não foram divulgados pela polícia. Eles foram presos, na terça-feira (3/8), no Setor Asa Branca, região sul de Goiânia. Segundo a investigação, a dupla contatou a vítima via WhatsApp, solicitando transferências com alegação de que o limite diário de seu banco tinha sido ultrapassado.

Presos por golpe do WhatsApp em Goiânia (GO)Reprodução/PCGO

Convencida pela foto do filho, usada pelos estelionatários confessos, a mulher depositou os valores, imediatamente, pensando que estaria ajudando o familiar, de acordo com a investigação.

“Ela só reparou que havia caído no golpe, quando mandou um comprovante para o número verdadeiro do filho e ele acabou questionando”, explica o delegado Olemar Miranda.

Depois de descobrir que havia sofrido o golpe, a vítima registrou o caso na Polícia Civil do Amazonas, que, em parceria com a Polícia Civil de Goiás, identificou os suspeitos. A investigação usou comprovantes de transferências para localizar os supostos criminosos.

No endereço, policiais encontraram porções de maconha, dinheiro trocado e papel filme para embalagem de drogas. Segundo a polícia, o suspeito não admitiu o golpe, mas reconheceu que praticava tráfico de drogas.

A comparsa, de acordo com a investigação, admitiu o envolvimento neste e em outros golpes, informando que recebia 10% dos valores extraídos das vítimas. Os dois suspeitos eram vizinhos e o total de dinheiro adquirido passa de R$ 30 mil, segundo o delegado.

Ambos foram autuados e levados para um presídio não informado. Um usuário de drogas que estava no local no momento da abordagem foi recolhido para registro de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).






Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário