Últimas do Mix

Polícia Civil do Amazonas orienta a população como se prevenir dos golpes ‘Vishing’ e ‘Smishing’

Foto: Reprodução da internet


A internet se tornou indispensável na vida das pessoas, mas, justamente por essa facilidade, o ambiente virtual tem atraído cada vez mais golpistas. A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Repressão à Crimes Cibernéticos (Dercc), orienta a população como se prevenir dos golpes ‘Vishing’ e ‘Smishing’, que ocorrem por meio de ligações e SMS, respectivamente.

Esses golpes são variações de um outro, já bastante conhecido pelas autoridades policiais, chamado de ‘Golpe do Phishing’, que acontece quando os criminosos atraem às vítimas com informações falsas que as levam a realizar alguma ação, resultando em um grande prejuízo financeiro e perda de dados pessoais.

Conforme o delegado Reinaldo Figueira, titular da Dercc, no caso do ‘Vishing’, a pessoa recebe uma ligação para confirmar algumas informações, quando na verdade, quem está ligando não tem informação nenhuma, ou tem poucas, mas acaba conseguindo, de alguma forma, esses dados.

Para dar mais veracidade ao golpe, os infratores imitam a ligação de um Call Center de banco, ou instituição financeira, inclusive, com golpistas que incluem até mesmo o barulho de espera na ligação.

A autoridade policial esclarece que o golpe denominado como ‘Smishing’, ocorre por meio de um SMS, em que este contém um link, com uma promoção imperdível, oferta de crédito, ou até mesmo relatando um falso sorteio de algo, mas se torna mais uma maneira de fraudadores conseguirem informações para usarem depois.

“Esses golpes chegam principalmente por meio de WhatsApp, redes sociais e e-mails, e estão mais sofisticados devido ao grande nível de vazamento de dados. Os golpes são relacionados à engenharia social, que é uma técnica empregada por criminosos virtuais, para induzir usuários a enviar seus dados, a fim de infectar seus computadores”, detalhou Figueira.

O titular da Dercc conta que cada vez mais os jovens estão entrando nesses crimes, devido às facilidades que são oferecidas, mas lembra que por mais que pareça, a internet não é uma terra sem lei e a unidade especializada está atenta nesses delitos.

Na correria do dia a dia, o crime acaba passando despercebido e as pessoas apenas percebem que caíram em um golpe quando já estão no prejuízo, para isso, é preciso levar em conta alguns aspectos, para evitar cair nestas fraudes.

Cuidados – É recomendado que caso a pessoa receba algum link, e-mail ou telefonema, com uma proposta tentadora, esta deve entrar em contato com seu banco ou sua operadora de telefonia, para se certificar. Além disso, não deve repassar informações pessoais como CPF, número de cartões e outros.

Existem duas tipificações criminais para esses golpes, sendo a primeira o furto mediante fraude, que está dentro do artigo 155, parágrafo IV, inciso II, do Código Penal Brasileiro (CPB). Mas a maioria está tipificado como estelionato no artigo 171 do CPB.

Registro da ocorrência - Caso tenha sido vítima dos golpes, a pessoa deve registrar o BO por meio da Delegacia Virtual (Devir), no endereço eletrônico: www.delegaciainterativa.am.gov.br, e anexar as provas (prints, boletos falsos e outros documentos) necessários para que as investigações.

A Dercc está localizada nas dependências da Delegacia Geral (DG), na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da capital.

Nenhum comentário