Últimas do Mix

Seduc solicita apoio da PM após estudante relatar bullying e ameaçar colegas

Foto: reprodução

Um aluno da rede estadual levantou um alerta de um possível atentado após publicar através das redes sociais  neste domingo (12), uma ameaça de um massacre previsto para acontecer na Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga, localizada na Compensa, zona Oeste de Manaus.

No desabafo chocante, o estudante relatou ter sofrido bullying e confessou ter tido por várias vezes vontade de se matar. Segundo o texto, o atentado estava previsto para ser realizado dia 15. 

Veja a publicação:

Foto: reprodução


Momentos após a publicação, o perfil informou que tudo não passava de uma brincadeira. Mas, mesmo após a segunda postagem, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc),  informou por meio de nota, que solicitou apoio policial no local a partir desta segunda-feira (13).

Confira a nota na íntegra:

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto está apurando o caso, que foi informado à Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), para investigação.

A secretaria informa, ainda, que o perfil na rede social está sendo analisado para chegar ao autor ou autora. A partir desta segunda-feira (13), a 8a Companhia Interativa Comunitária (Cicom) dará apoio nas entrada e saída dos alunos da unidade escolar.

Além disso, uma equipe de psicólogos da Secretaria de Educação vai visitar a unidade e incentivar a prática da valorização da vida e prevenção à violência e o bullying.

A Secretaria de Educação reforça que preza pelo diálogo nas mais diversas situações cotidianas, e busca incentivar os estudantes a sempre relacionarem-se com respeito.

Nenhum comentário