Últimas do Mix

Prefeito anuncia aumento salarial de 10% para servidores da Saúde e afirma que Manaus começa a se reerguer economicamente

Foto: Victória Cavalcante/Portal Mix de Notícias
Na noite dessa quinta-feira (28), Dia do Servidor Público, o prefeito de Manaus David Almeida (Avante), anunciou o reajuste salarial de 10% para os servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O prefeito garantiu o pagamento das últimas duas datas-bases, a partir de janeiro de 2022, equivalente a 10,05%, junto com o salário. O anúncio foi feito durante uma reunião com funcionários da Saúde no Studio 5 Centro de Convenções, no bairro Distrito Industrial, zona Sul da capital amazonense.

O benefício será aplicado para os servidores concursados, comissionados e temporários.

O prefeito falou que precisou ajustar as contas municipais, para que além de palavras, pudesse fazer um gesto simbólico aos profissionais da saúde que enfrentaram muitas adversidades durante esse período de pandemia de Covid-19.

"Todos os servidores merecem, mas eu queria fazer o anúncio no Dia do Servidor Público, fazer um gesto para esses servidores da Saúde que não pararam. Servidores que se doaram, sábado, domingo, feriado, caía a chuva, ficávamos em locais improvisados, às vezes parava até a vacinação. Eu preciso dar um gesto, não de palavras, mas um gesto verdadeiro, prático que vai impactar, que vai melhorar a vida deles, para que nós possamos dar essa nossa mensagem de gratidão aos servidores da Saúde", afirmou David Almeida.

Dentre os benefícios, o prefeito anunciou o pagamento de um abono correspondente ao salário de cada servidor, sendo 50% pago ainda em dezembro e os outros 50% na primeira semana de janeiro de 2022; pagamento das duas últimas datas-bases da categoria, equivalente a 10,05%, a partir de janeiro, junto com o salário; e pagamento, em 2022, de todas as promoções e progressões da Semsa.

Foto: Victória Cavalcante/Portal Mix de Notícias
Em coletiva de imprensa, o chefe do poder executivo municipal, afirmou que serão 10.699 servidores alcançados e com o abono sendo pago já em dezembro, pode afirmar que Manaus começa a se reerguer economicamente, devido aos impactos da pandemia.

"Nós estamos falando de muitos recursos que serão colocados em circulação, isso acaba voltando para arrecadação de imposto, para gente continuar reinvestindo esse dinheiro. Geração de emprego é uma das nossas preocupações, hoje nós assinamos um convênio de R$ 400 milhões com o Banco do Brasil, domingo foram R$ 580 milhões, mais o que a gente tem perspectiva de arrecadar do governo federal, com o aumento do nosso orçamento de R$ 5.6 bilhões para R$7.2 bilhões, vocês façam idéia do que vai acontecer em Manaus. Se na adversidade nós crescemos, se na adversidade nós demos respostas, vocês podem fazer as suas melhores previsões, com os melhores prognósticos, de que a nossa cidade será um lugar melhor para se viver", pontuou o prefeito.

Nenhum comentário