Últimas do Mix

Casal que matou grávida para retirar bebê é condenado a mais de 21 anos de prisão

(Foto: TJAM/Divulgação)

Foi realizada a nesta quarta-feira (10),  a sessão de julgamento de Alex da Silva Carvalho e Joelma Keila Santana da Silva, ambos réus pela morte da jovem grávida de Karoline do Canto Silva, de 20 anos, ocorrido no dia 18 de outubro de 2017. O julgamento aconteceu no Tribunal do Júri da Vara Única da Comarca de São Sebastião do Uatumã (a 246 quilômetros de Manaus).

Na sentença  presidida pelo juiz Diego Martinez Fervenza Cantoario, titular da comarca, Alex da Silva Carvalho foi condenado a 21 anos e três meses de prisão em regime fechado, e Joelma Leila Santana da Silva foi condenada a 23 anos e oito meses de prisão em regime fechado

De acordo com a denúncia do MP-AM (Ministério Público do Amazonas), o crime ocorreu por volta de 23h30, próximo ao campo de futebol Pelada Pimenta. O homem conhecia a vítima, sabia que ela estava grávida de mais de sete meses e a levou para o local, onde seu corpo foi encontrado posteriormente com a barriga cortada e já sem o bebê. 

De acordo com o MP, os réus confessaram os crimes, que tinham como objetivo obter uma criança para ser filho de Joelma. Ela teria contratado o conhecido Alex para encontrar uma mulher que estivesse grávida.

Com a condenação, os réus retornam ao sistema prisional da capital e partir de agora devem cumprir a pena.

Nenhum comentário