Últimas do Mix

Descaso: Moradores denunciam falta de políticas públicas e bueiro a céu aberto em Itacoatiara

Foto: Reprodução
*Matéria Especial

Inundação, proliferação de doenças, bens materiais perdidos, exposição a animais silvestres e choques elétricos... Essa é a realidade de famílias que moram na rua Aquilino Barros, no bairro Iracy, em Itacoatiara (distante 270 Km de Manaus), que precisam lidar com um problema de bueiro a céu aberto que nunca é resolvido.

A equipe do portal Mix de Notícias recebeu uma denúncia de uma família sobre esse descaso que acontece há mais de 11 anos no Beco do César. De acordo com a denunciante, desde que se mudaram para lá, ela e a família tentam pedir ajuda da prefeitura e da defesa civil, mas só receberam promessas.

Por se tratar de um município do interior do Amazonas, algumas pessoas podem entender como uma perseguição política, mas nossa entrevistada (que preferimos manter a identidade preservada) garantiu que só quer garantir o bem-estar da sua família.

Foto: Arquivo pessoal
“Desde que compramos a casa vemos sofrendo tanto descaso por parte dos responsáveis da Infraestrutura do município, pois, entra gestão e sai gestão, nada fazem por nós e muitas das vezes fazem descaso da nossa situação fazendo perguntas como: Quem manda comprar casa no alagado? Quem manda comprar casa perto de bueiro?”, afirmou a denunciante.

Ainda de acordo com a mulher que fala em nome da sua família, já passaram por muita humilhação por depender do poder público, e tiveram que tomar a inciativa de limpar o bueiro por conta própria, para que ele não ficasse entupido e prejudicasse sua casa.

“Era só um buraco a céu aberto, todo ano é assim, nós temos que limpar se não quisermos perder nossos pertences, comprometer a estrutura da casa, se expor a água contaminadas com crianças e idosos, risco de choque enfim, sem apoio e sem voz”, afirmou.
 
Foto: Arquivo pessoal
A mulher relatou que além de pedir ajuda para os órgãos competentes, também pediram para que portais de notícias locais publicassem a denúncia, na expectativa de conseguir chamar atenção do poder público para o problema.

“Já estamos cansados de sermos enganados, toda vez é a mesma conversa: ‘Nós iremos passar no local para conferir e resolver o problema’; só que não aparecem nem para dar uma satisfação do problema, enquanto isso estão jogando barro nas ruas e o barro todo com outros entulhos descartados estão cada vez mais entupindo o bueiro e para piorar todo o lixo de outros vizinhos, vem direto para esse bueiro, tudo vem para cá, toda água da chuva e imundices”, destacou.

Foto: Arquivo pessoal
Os problemas não param por aí, e não afetam somente a vida dessa família, além do bueiro entupido, a rua não é completamente asfaltada e depois que as chuvas passam e a lama seca, a poeira sobe e prejudica a respiração dos moradores.

“Pedimos urgência no andamento desse asfaltamento, porque não podemos sair que inalamos só barro, nossas casas está só barro parece que estamos no deserto, sem ninguém para nos ajudar e fazer valer nossos direitos, e mais uma vez eu peço que realizem no mínimo a limpeza do bueiro, porque é no inverno que sofremos, várias vezes nossa casa foi alagada, várias vezes no inverno devido ao bueiro entupido, e abandonado pelo poder público”, concluiu a denunciante.

Foto: Arquivo pessoal
A família relatou ainda que não conseguem fazer pequenos reparos em sua própria residência, por medo de gastarem dinheiro e ficarem com a casa danificada com mofos e infiltrações, por exemplo.

Mofos são espécies de fungos que crescem sobre superfícies úmidas e podem causar sérios riscos à saúde humana, é o que alerta o médico José Carlos Perini, especialista em alergia e imunologia.

“Pessoas com problemas respiratórios, como rinite e sinusite, são mais vulneráveis ao mofo e podem sofrer piora do quadro e ter crises inflamatórias”, destaca Perini.

Nossa equipe entrou em contato com a prefeitura do município de Itacoatiara, mas até o fechamento dessa matéria, não obtivemos retorno.

Nenhum comentário