Últimas do Mix

Donos do supermercado Vitória tem liberdade concedida após novo pedido de habeas corpus

O casal é investigado por envolvimento na morte do sargento Lucas Ramos Silva Guimarães

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu nesta quarta-feira (10), o pedido de liberdade aos donos da rede de supermercados Vitória, Joabson Agostinho Gomes e Jordana Freire.

Presos desde o último dia 21 de setembro, o casal é investigado por envolvimento na morte do sargento do Exército Brasileiro Lucas Ramos Silva Guimarães, de 29 anos, ocorrida no dia 1º de setembro, dentro da cafeteria em que era proprietário, localizada no bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul de Manaus.

Este seria o quarto pedido feito pela defesa do casal, o primeiro foi no dia 14 de outubro. O segundo pedido foi feito no dia 26, e o terceiro HC foi impetrado no dia 2 de novembro, todos foram negados. 

Segundo a defesa de Joabson e Jordana, mesmo com processos distintos e com advogados diferentes, não há nenhuma evidência que ligue diretamente o casal ao homicídio do sargento.

Entenda o caso

Jordana seria supostamente amante do sargento, com quem mantinha relações comerciais e ao descobrir a traição da esposa, Joabson teria contratado um pistoleiro para executar Lucas.

O casal se apresentou na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), após ser dado como procurado pela Polícia Civil (PC-AM).

Na época, um dos advogados, identificado como Rafael Grosso Filho, afirmou: “Não podemos nem estar comentando, não temos muitas informações, acreditamos na inocência dos nossos clientes, acreditamos que houve um mal entendido que será esclarecido no momento oportuno”.

No dia 23 de setembro, a defesa solicitou à Justiça do Amazonas o relaxamento da prisão dos dois para que cumpram a pena em prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica.

Nenhum comentário