Últimas do Mix

Mike Tyson fazia sexo com fãs antes de lutar para não matar oponente, diz amigo

© Getty

Para que não matasse o seu oponente dentro do ringue, o ex-pugilista Mike Tyson, 55, precisava extravasar antes das lutas que fazia. Dessa forma, a maneira escolhida para isso era sexo com fãs.

Isso foi revelado por um antigo confidente e motorista de Tyson, Rudy Gonzalez, ao The Sun. Segundo ele, tudo o que era negativo na vida do lutador ele descontava no rival no momento da luta.

"Um dos maiores segredos [que eu tinha] com Mike era que ele precisava fazer sexo no camarim antes das lutas. Eu tinha que encontrar uma groupie (fã), não importava quem fosse. Ele dizia: 'Se eu não transar, vou matar esse cara agora'", afirmou.

Na versão dele, Mike precisava transar para liberar um pouco da força que ele tinha. "Então, eu tinha as meninas escondidas em banheiros e vestiários", disse Gonzalez.

"Às vezes, ele ficava com elas por um minuto, transava, estralava o pescoço e dizia: 'Ok, esse cara vai viver esta noite'. Seu maior medo era matar alguém naquele ringue. Ele sabia que poderia fazer isso", emendou.

Gonzalez também era um dos guarda-costas armados do ex-pugilista e afirmou na entrevista o motivo de o campeão precisar de quatro seguranças com armas. "Não estávamos lá para protegê-lo, mas para protegê-lo de você", contou.

Tyson sofria de ansiedade e muitas vezes chorava no vestiário. "Ele tinha um problema de ansiedade que o deixava desesperado por não se sentir bom o suficiente ou por não querer estragar tudo", contou o informante.

Recentemente, Mike Tyson revelou em entrevista ao New York Post que tem fumado veneno de sapo contra ansiedade e depressão. Segundo ele, a gosma produzida pelo bicho o ajudou muito a melhorar de saúde e a se tornar "diferente".

Ele conta que o anfíbio tem substâncias com propriedades psicoativas que são estudadas pelos cientistas. Embora ainda não tenha resultados sólidos, a publicação afirma que a gosma já foi capaz de reduzir sintomas da depressão e de ansiedade nos participantes de um experimento.

"Fiz isso como um desafio. Eu estava usando drogas pesadas como cocaína, então por que não? É outra dimensão. Antes de usar o 'sapo', eu estava arrasado. O oponente mais duro que já enfrentei fui eu mesmo", disse ele que também estava 45 quilos acima do peso.

"Eu tinha baixa autoestima. Pessoas com grandes egos muitas vezes têm baixa autoestima. Usamos nosso ego para disfarçar isso. O 'sapo' tira o ego", disse.

Segundo ele, foram mais de 50 vezes que fumou o veneno. Nesse meio tempo, voltou a treinar e a lutar. "Isso me deixou mais criativo e me ajuda a me concentrar. Estou mais presente como empresário", contou.




Folhapress*

Nenhum comentário