Últimas do Mix

Vídeo: Professora de escola primária é flagrada agredindo um cavalo; assista

(Foto: Twitter / Hertfordshire Hunt Sabotadores)

Uma professora de uma escola primária foi suspensa de seu emprego após a divulgação de um vídeo em que ela parece chutando e dando socos em um cavalo.

Conforme notícia publicada pelo Metro Uk, a mulher, identificada como Sarah Molds, tem 37 anos e é professora da Somerby Primay School em Leicestershire, no Reino Unido. Ela estaria escondida após receber diversas ameaças de morte.

Em comunicado, a equipe da escola se pronunciou sobre a situação da professora: “Podemos confirmar que um membro da equipe foi suspenso enquanto se aguarda uma investigação sobre um incidente ocorrido no fim de semana. Não faremos mais comentários enquanto a investigação estiver em andamento”.

Sarah também perdeu o posto de organizadora da equipe do Pony Club. O grupo se pronunciou: “Estamos cientes da circulação de um vídeo que mostra o tratamento inaceitável de um pônei e condenamos veementemente esse comportamento”.

“O bem-estar dos cavalos e pôneis é de extrema importância para o The Pony Club, portanto, a senhora em questão foi removida de sua posição voluntária como organizadora de equipe para uma filial”, finaliza o comunicado emitido pelo grupo.

Após a divulgação do vídeo, ela recebeu diversas ameaças de morte

Uma colega de Sarah, residente em sua cidade natal, declarou aos veículos de mídia que Sarah está escondida. “Ela teve que ir embora depois de receber ameaças de morte e de outros tipos de abuso. É horrível, está fora do controle. Ela teme por sua vida”.

A mulher ainda acrescentou que Sarah tem filhos em idade escolar e que também está preocupada com a situação das crianças. “Ela é bem conhecida e respeitada nos círculos equestres e suas redes sociais foram bombardeadas com comentários de pessoas zangadas depois que o vídeo viralizou”.

O momento das agressões foi capturado por membros do Hertfordshire Hunt Saboteurs, um grupo que atua ativamente contra atividades de caça no Reino Unido.

Nas gravações é possível ver o cavalo branco trotando para longe do trailer antes de ser parado por um rapaz que tenta direcioná-lo para o trailer.

Neste momento, uma mulher de calça creme e jaqueta azul agarra as rédeas e agride o animal para fazê-lo voltar para dentro da carroceria.

⚠️⚠️⚠️ ATENÇÃO, imagens fortes ⚠️⚠️⚠️

A filmagem provocou a indignação de diversas pessoas nas redes sociais, incluindo o naturalista Chris Packahm, que pediu uma “investigação urgente” sobre este abuso.

A zoóloga Megan McCubbin, que também é apresentadora da BBC se posicionou sobre o ocorrido e sobre os clubes de caça: “Mais um lado feio de uma atividade que alguns chamam de ‘esporte’”.

Até o momento, não foram divulgadas novas informações sobre o caso.

Nenhum comentário