Últimas do Mix

Alerta de golpe: Criminosos usam nome e foto das vítimas para pedir dinheiro no Whatsapp; entenda

Foto: Montagem/Istock/Portal Mix de Notícias
A equipe de reportagem do portal Mix de Notícias recebeu duas denuncias, de pessoas que preferiram ter as identidades preservadas, informando que foram alvo de um ataque criminoso no aplicativo de trocas de mensagem mais usado no Brasil, o WhatsApp.

Dois criminosos ainda não identificados, usaram um novo número, com fotos e os mesmos nomes das vítimas, e de alguma forma, conseguiram os números das mães dessas pessoas, para pedir dinheiro pelo aplicativo.

Os casos aconteceram na manhã desta terça-feira (14), em Manaus.

Entenda o golpe: 

1- Inicialmente, os criminosos abrem uma nova conta no WhatsApp, pegam as fotos usadas pelas vítimas e colocam os mesmos nomes nesse novo perfil.

2- Em seguida, eles enviam mensagens para as mães das vítimas, como: "Oi mãe! esse é meu número novo".

3- Os golpistas tentam demonstrar alguma intimidade, perguntando se a pessoa está bem, se está melhor da saúde, por exemplo.

4- Inventam uma situação para pedir dinheiro. Os criminosos podem dizer que estão precisando muito de um pix, ou de uma transferência bancária porque está com uma dívida urgente.


Relato das vítimas

Uma das vítimas, relatou que estava em casa, quando foi informada pela sua mãe que um criminoso estava tentando aplicar o golpe, se passando por ela, mas de imediato, a mulher percebeu que sua filha estava em casa e que aquilo era uma armadilha.

O criminoso chegou a afirmar que estava enfrentando um problema em um banco, que precisou comprar um celular novo com dinheiro emprestado, e que essa outra pessoa estava cobrando o valor da compra.


"Minha mãe é muito desconfiada, ainda que eu não estivesse em casa, e ela tivesse recebido essas mensagens, ela iria me ligar para saber se eu realmente estou com problema e se eu estou no banco", relatou a vítima número 1.

Já a vítima número 2 não teve a mesma sorte, e sua mãe caiu no golpe, enviando um pix de R$ 800, aos criminosos, por acreditar que a filha estava precisando de dinheiro, enquanto a mesma estava trabalhando.


"Só fiquei sabendo que a minha mãe caiu no golpe depois que minha irmã me ligou perguntando se eu estava em casa. Ela ainda tentou fazer um TED de mil reais, mas felizmente não conseguiu, e a pessoa ainda enviou passo a passo para fazer o procedimento", relatou a segunda vítima.


Dicas para não cair no golpe:

Nessa época de final de ano, é comum que criminosos atuem de diversas formas buscando uma oportunidade para conseguir dinheiro de maneira ilícita, por isso, separamos algumas dicas que podem te ajudar a evitar um prejuízo financeiro.

  • Antes de enviar qualquer quantia para alguém pelo celular, entre em contato com a pessoa, por mais que ela seja alguém próximo a você, ligue, peça um adio ou vídeo gravado naquele mesmo momento.

  • Depois de confirmar a identidade da pessoa, pergunte porque ela está precisando do dinheiro, por exemplo, se ela afirmar que é para comprar algo para o filho, e você sabe que aquela pessoa não tem filho nenhum, não é uma boa ideia entregar o dinheiro.

  • Fale com alguém que seja próximo dessa pessoa, pode ser uma mãe, um irmão ou um amigo muito próximo e pergunte se eles estão sabendo desse pedido de ajuda.

  • Depois de se certificar que está tudo certo, antes de enviar o dinheiro para a pessoa, veja se os dados da conta bancária que ela te enviou correspondem ao nome dela, data de nascimento... etc, qualquer informação que comprove o destino final da transferência.

Nenhum comentário