Últimas do Mix

Bicampeão! Atlético-MG vira de forma espetacular em cima do Bahia e conquista o título do Brasileirão

Galo conquistou o título do Brasileirão (Pedro Souza / Atletico Mineiro)

O Atlético-MG é o grande Campeão Brasileiro de 2021. A confirmação da melhor campanha do torneio nacional aconteceu na vitória sobre o Bahia, por 3 a 2, de virada, em duelo bastante emocionante, em confronto disputado na noite desta quinta-feira, em Salvador.

Com a vitória o Atlético chegou aos 81 pontos e não pode ser mais alcançado por qualquer adversário. O Flamengo, atual segundo colocado, tem 70, mas disputará apenas nove pontos, portanto, não chega mais.

O resultado para o Bahia é péssimo. A equipe da casa ficou com 40 pontos, está na 17ª colocação e luta agora para escapar do rebaixamento.

Na próxima rodada o Atlético enfrenta o Bragantino, no domingo, às 16h (de Brasília). O Bahia recebe o Fluminense, novamente em casa, também no domingo, às 16h.

Primeiro tempo

O Atlético entrou em campo com desfalques importantes. Os volantes Jair e Allan estão suspensos e não entraram em campo, além do atacante Diego Costa, que também foi amarelado no último jogo. E isso fez diferença ao Atlético.

O duelo foi muito truncado no meio campo, com problemas dos dois lados para as equipes avançarem ao lado ofensivo. Pelo lado do Galo algo era claro: a ausência de Allan era muito sentida.

O Atlético foi mais perigoso: foi o time que criou a chance mais clara, com Nacho Fernandez, aos 39 minutos, mas o goleiro Danilo Fernandes conseguiu fazer a defesa. O Bahia chegou apenas em uma oportunidade, com Rodriguinho, mas não levou tanto perigo.

As equipes foram para os vestiários no intervalo com um jogo muito equilibrado: cinco finalizações para cada lado, com o Galo com mais posse de bola e precisão nos passes.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o duelo seguiu da mesma maneira. Travado no meio campo, sem chances, com as equipes tentando, mas conseguindo fazer pouco.

Isso durou até os 16 minutos. Isso porque em cruzamento na área, Luiz Otávio subiu mais que todo mundo e mandou para o fundo das redes para tirar o zero do placar.

O Atlético se mandou para o ataque em busca do empate. Se desconcentrou com o gol sofrido e isso foi prejudicial. Isso porque quatro minutos depois, aos 20, Gilberto ampliou a contagem. O Bahia conseguiu pegar a defesa alvinegra completamente bagunçada e conseguiu o tento da tranquilidade.

O Atlético voltou a se mandar para o ataque, sem se entregar. E aos 25 a pressão funcionou. Em lance na área, Sasha levou a falta e o árbitro marcou o pênalti rapidamente. Hulk foi para a cobrança e diminuiu a diferença.

O Atlético não demorou a conseguir o empate. No lance seguinte, Keno recebeu a bola na frente, chutou forte e mandou a bola sem chances para Danilo Fernandes.

Minutos depois, aos 32, em contra-ataque do Galo, Keno novamente recebeu a bola na entrada da área e chutou para virar a partida.

A festa em casa será no duelo contra o Red Bull Bragantino, domingo, 5 de dezembro, no Mineirão.

 

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

BAHIA 2 x 3 ATLÉTICO-MG

Data: 2 de dezembro 2021

Horário: 18h(de Brasília)

Local: Fonte Nova, Salvador (BA)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Alex Ang Ribeiro (ambos do SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Gols: Luiz Otávio, Gilberto (Bahia); Hulk, Keno (2) (Atlético)

Cartões amarelos: Lucas Mugni (Bahia); Guilherme Arana, Sasha (Atlético)

Cartões vermelhos:

BAHIA (Técnico: Guto Ferreira)

Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Germán Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca, Lucas Mugni e Rodriguinho (Ronaldo César); Rossi, Raí Nascimento (Ramirez) e Gilberto (Rodallega).

ATLÉTICO-MG (Técnico: CUCA)

Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Tchê Tchê, Matías Zaracho (Igor Rabello) e Nacho Fernández (Eduardo Sasha); Vargas (Nathan), Keno (Dodô) e Hulk

Lance!

Nenhum comentário