Últimas do Mix

Incêndio em prédio deixa ao menos 27 mortos no Japão, diz imprensa local

FOTO: BUDDHIKA WEERASINGHE / AFP

Um incêndio em um prédio de escritórios na cidade de Osaka, no Japão, deixou 27 pessoas mortas nesta sexta-feira (17), segundo a imprensa japonesa. Conforme o corpo de bombeiros, as vítimas foram levadas a um hospital em situação de parada cardíaca, uma fórmula comumente usada naquele país antes de um médico certificar oficialmente a morte.

Um porta-voz da polícia de Osaka disse à AFP que policiais estavam investigando a causa do incidente, embora ele não tenha confirmado informações da televisão NHK sobre "a possibilidade de um incêndio criminoso, dadas as circunstâncias no local".

Imagens de televisão mostraram dezenas de bombeiros trabalhando dentro e fora do prédio de oito andares depois que o incêndio foi extinto, que ocorreu em um movimentado bairro comercial da segunda maior metrópole do país.

O interior carbonizado do quarto andar do prédio era claramente visível através das janelas quebradas. Esse andar abrigava uma clínica que oferecia serviços médicos gerais e de saúde mental, informou a mídia local.

As chamas foram controladas depois de meia hora, disse o chefe do corpo de bombeiros. Uma testemunha disse à NHK que uma mulher presa no quarto andar "se inclinou para fora da janela e gritou coisas como 'Ajude-me'. Ela parecia muito fraca. Talvez ela tenha inalado muita fumaça", disse ela.

Os incêndios mortais são raros no Japão, um país com rígidas regulamentações de construção e baixos índices de criminalidade. Ainda assim, um ano atrás, um homem foi acusado pelo incêndio criminoso de 2019 em um estúdio de animação de Kyoto que matou 36 pessoas, o crime mais mortal do país em décadas. Em 2008, um ataque semelhante em uma locadora de vídeo em Osaka matou 16 pessoas. Seu autor está agora no corredor da morte.

AFP

Nenhum comentário