Últimas do Mix

Mulher de 48 anos de idade se passa por filha de 22 e consegue enganar até a Previdência Social

 

News Yahoo

Uma mulher que roubou os documentos da sua própria filha para conseguir empréstimos e se inscrever para a faculdade acabou sendo pega recentemente. Ela se declarou culpada de fraude na Previdência Social.

Laura Oglesby é uma mãe de 48 anos que mora no Missouri, Estados Unidos. A mulher usou uma identidade roubada para se matricular na universidade e solicitar um cartão do Seguro Social em 2016, mas sua onda de crimes foi interrompida pela polícia.

De acordo com Stetson Schwien, chefe assistente da Polícia de Mountain View, Laura tinha todos os documentos falsos em nome de sua filha, Lauren Ashleigh Hays, que não teria conhecimento dos crimes.

“Nunca vi um caso de identificação como este, seja para fugir de abuso ou de qualquer outro tipo“. Foi o que disse o chefe adjunto Schwien, de acordo com a NBC News.

Em agosto de 2018, Oglesby acabou sendo presa acusada de mandados de segurança por fraude financeira e apropriação indébita no valor de 25 mil dólares (equivalente a mais de R$ 125 mil).

“Laura Oglesby roubou e assumiu a identidade de uma mulher de 22 anos chamada Lauren Ashleigh Hays e trabalhou em Mountain View por mais de um ano”, contou a polícia após capturar a mulher.

Os moradores de Mountain View realmente acreditavam que ela tinha 22 anos, segundo o jornal o Independent. A americana chegou a namorar homens duas vezes mais novos que ela, pois acreditavam que essa era a sua verdadeira idade.

Nos anos de 2017 e 2018, Laura continuou a cometer vários crimes fiscais, como conseguir uma carteira de motorista com nome falso e se inscrever na faculdade para receber ajuda financeira.

Após a confissão, Laura terá que pagar uma multa de 17 mil dólares em restituição à universidade, além de precisar pagar outra a sua filha. A pena pode chegar a cinco anos de detenção.




1 news*

Nenhum comentário