Últimas do Mix

Vídeo: Homem fica tetraplégico após bater cabeça ao mergulhar em piscina

O vídeo postado no TikTok já conta com mais de 13 milhões de visualizações. (foto: Reprodução/ Instagram)

O jovem Leonardo Rangel, de 29 anos, ficou tetraplégico após pular em uma piscina em Quirinópolis, Goiás. Um vídeo gravado por familiares mostra o momento exato do acidente que ocorreu no dia 1º de janeiro de 2020, mas que só agora o operador de máquinas publicou nas redes sociais. As informações são do portal UOL.

Em suas redes sociais, Leonardo contou que decidiu publicar a gravação para que mais pessoas possam se conscientizar sobre esse tipo de situação.Para ajudar no custeio de seu tratamento, o goiano criou uma rifa de uma pulseira de ouro na plataforma Bota Na Rifa. 

Leonardo disse que estava comemorando com amigos e familiares o 1° de janeiro quando, por volta de 3h da manhã, decidiu encenar a música "Pulei na piscina", dos cantores Guilherme e Benuto.

"Eu fui lá, troquei de roupa e na hora que começou a tocar a música, só eu pulei, não era para pular de ponta, mas aconteceu. E bati a nuca no fundo da piscina, e fiquei. Estava escutando todo mundo falar, mas não conseguia movimentar o corpo. Até que a minha esposa pulou e me tirou de lá", disse.

O operador de máquinas, que ficou 28 dias internado no Unidade de Terapia Intensiva (UTI), fraturou a coluna cervical nível C5 e passou por duas cirurgias. "Vídeo de conscientização pra quem não sabe o quanto é perigoso brincadeira em piscina", escreveu o goiano no TikTok, onde o vídeo postado já conta com mais de 13 milhões de visualizações.

As imagens a seguir são fortes:

O próprio Rangel só assistiu à gravação no mês passado. "Depois que eu assisti, eu fiquei uns dias guardado aquilo e depois eu resolvi postar. Na hora que eu vi foi tudo muito forte. Eu ficava tentando imaginar o que tinha acontecido e depois que eu vi o vídeo, percebi que foi uma coisa tão simples e que muda tanto a vida da gente" falou.

Após um ano tratamento, o operador de máquinas vê a evolução e já conseguiu retomar o movimento de braço direito e do tronco. "Graças a Deus, venho contando com a fisioterapia e vou conseguindo mover ainda mais", contou.

Em seu perfil no TikTok, Rangel registrou outros momentos da sua rotina de fisioterapia. Para custear o tratamento, ele resolveu rifar uma pulseira de ouro através de um bilhete online que está disponibilizado aqui. 

Nenhum comentário