Últimas do Mix

Equipes técnicas da Prefeitura de Manaus começam a ser treinadas para vacinação de crianças contra a Covid-19

 

Foto: divulgação

Equipes de imunização da Prefeitura de Manaus começaram a ser treinadas, nesta sexta-feira, 7/1, para o manejo da vacina contra a Covid-19, que será aplicada em crianças de 5 a 11 anos. Catorze profissionais, entre chefes de imunização e enfermeiros da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), participaram de treinamento on-line oferecido pelo Ministério da Saúde (MS), visando a qualificação do corpo técnico para o início da nova etapa da campanha, que até o momento contemplava apenas o público acima de 12 anos.

A vacinação da nova faixa etária foi anunciada pelo governo federal nesta semana e, de acordo com a titular da Semsa, Shádia Fraxe, a previsão é que, em Manaus, a aplicação das doses comece na terceira semana de janeiro, logo após o recebimento do imunizante, que tem apresentação específica para uso em crianças. “A expectativa é que o Ministério receba a primeira remessa da Pfizer pediátrica no dia 13 e que a partir do dia 15 as doses cheguem ao município”.

Segundo a secretária, a imunização do público de 5 a 11 anos, estimado em aproximadamente 305 mil crianças, deve ser iniciada assim que as vacinas forem entregues à Divisão de Imunização da Semsa. O atendimento será escalonado, com respeito a critérios de prioridade e faixa etária, conforme recomendação da Anvisa, publicada em nota técnica. A vacinação deve começar por grupos prioritários e em ordem decrescente de idade.

Shádia Fraxe destacou que a vacina para as crianças tem especificidades e exige que as equipes estejam muito bem treinadas e atentas aos procedimentos corretos, para evitar qualquer erro no atendimento. Estão previstas duas doses, em um intervalo de oito semanas, para completar o esquema vacinal.

Além da capacitação das equipes, que será estendida para todos os vacinadores da rede municipal ao longo da próxima semana, a prefeitura está finalizando o plano operacional de vacinação do público infantil.

Shádia informou que detalhes do atendimento, como locais, horários e fluxos de acesso e monitoramento devem ser fechados na próxima terça-feira, 11, e divulgados à população assim que validados pela área técnica e gerencial da Semsa.

“A Anvisa fez recomendações importantes para a vacinação dos menores de 5 a 11 anos. Entre elas estão o atendimento em salas específicas, segregadas da vacinação de adultos, e o monitoramento dos vacinados por 20 minutos após a aplicação da dose”, observou a secretária, frisando que todas as exigências para a segurança do processo estão sendo consideradas na elaboração do plano operacional.

A chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes, informou que o calendário de treinamento dos vacinadores vai contemplar as equipes dos cinco distritos de saúde da capital – Norte, Sul, Leste, Oeste e Rural. Ela reforçou que a capacitação é necessária para o manejo com qualidade de qualquer tipo de vacina, para que o vacinador aprenda sobre todo o processo, desde o acondicionamento da vacina até a aplicação do imunizante, e que é indispensável nos casos de utilização de novas vacinas.

Isabel também ressaltou que a vacina pediátrica da Pfizer é segura, testada e aprovada. “Os eventos adversos são raros e por isso peço que os pais levem seus filhos a um ponto de vacinação assim que abrirmos a campanha para o novo público”.

A campanha municipal de vacinação contra a Covid-19 vai completar um ano no próximo dia 19. Até o momento foram aplicadas 3,3 milhões de doses. Na fase atual, estão sendo oferecidas primeira e segunda doses para os que ainda não iniciaram ou não completaram o esquema vacinal, dose de reforço (3ª dose) para os que têm 18 anos ou mais e 4ª dose para os imunossuprimidos.

Mais de 90% da população acima de 12 anos, da capital, já recebeu pelo menos uma dose contra a Covid-19 e 80% já recebeu as duas doses. Os atendimentos seguem diariamente (exceto aos domingos) em aproximadamente 50 pontos de vacinação.


Nenhum comentário