Últimas do Mix

Joaquim Barbosa abre o jogo e diz se pode ou não ser candidato a vice na chapa de Sergio Moro à presidência

 

FOTO: UESLEI MARCELINO/REUTERS/REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Muito cotado para concorrer às eleições presidenciais de 2022, o ex-juiz Sergio Moro procurou o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, para discutir o cenário eleitoral deste ano. No entanto, aos seus aliados o ex-ministro não se mostrou disposto a entrar na disputa ao lado de Moro.

De acordo com pessoas próximas, Barbosa avalia que, apesar da popularidade adquirida nos últimos anos, Moro teria um teto que não o deixaria alcançar o segundo turno de uma disputa pela cadeira da presidência este ano.

Em contrapartida, o ex-ministro avalia também que o cenário está mais favorável para que o ex-juiz conquiste uma vaga no Senado, onde ele acredita existir chances reais de vitória.

Nas últimas pesquisas, o ex-juiz Sergio Moro aparecia com uma pequena fatia de 11% das intenções de voto dos eleitores. Segundo Joaquim Barbosa, a esta altura, já em ano eleitoral, o possível candidato já deveria possuir um percentual mais alto para ter alguma chance.

Além disso, o ex-ministro também se mostrou contrário a algumas estratégias adotadas por Moro, principalmente em relação a alguns nomes com os quais o ex-juiz se cercou durante sua pré-campanha.

Sergio Moro tem sido cotado por muitos para ocupar a cadeira presidencial desde que se tornou conhecido por conta de seu trabalho a frente da operação Lava Jato. Na ocasião, Moro foi responsável por condenar o ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, condenação essa que levou o político a cumprir um período de prisão em uma sala sede da Polícia Federal, em Curitiba.




i7 News*

Nenhum comentário