Últimas do Mix

Síndrome neurológica misteriosa já afetou quase 50 pessoas no Canadá

Freepik

Uma síndrome neurológica misteriosa está se espalhando pela província de New Brunswick, no Canadá. Segundo o site canadense Global News, o assunto ganhou as manchetes quando o jornalista Leyland Cecco, do jornal britânico The Guardian, publicou a denúncia de que o problema neurológico estaria se espalhando pela rede de saúde francesa de New Brunswick, a Vitalité.

O jornalista conversou com uma testemunha, Steve Ellis, que disse que o pai está entre os 48 casos potenciais da misteriosa doença. “Precisamos de apoio. Precisamos de pessoas ligadas à Vitalité. Isso é crucial porque estão compartilhando coisas que não sabemos”, comenta Ellis ao The Guardian, citado pelo Global News.

A testemunha reclama que o governo de New Brunswick não quer saber o que está deixando seu pai e dezenas de outras pessoas doentes. “Acredito que eles estão tentando proteger o que gera dinheiro para a província”, diz ele.

O neurologista Neil Cashman, professor da Universidade de British Columbia, que faz parte da equipe de investigadores da síndrome neurológica de New Brunswick, citado pelo site canadense, diz que todos os fatores potenciais, incluindo dieta e interferência do ambiente, estão sendo examinados.

Um porta-voz do Departamento de Saúde da província canadense informou ao Global News que nada será dito até que um relatório do comitê de investigação fosse finalizado e tornado público, o que é esperado nas próximas semanas.

“A secretaria de saúde acredita que quaisquer comentários antecipados sobre essa investigação, incluindo rumores de fontes não identificadas na mídia, seriam inadequados”, afirma o diretor de comunicação do Departamento de Saúde, Bruce Macfarlane, ao site canadense.

Sobre o relatório do comitê, Steve Ellis comentou ao The Guardian Sunday não está otimista de que trará novas informações sobre o problema.

“Temo que este relatório varra ainda mais o assunto para debaixo do tapete”, diz ele, citado pelo Global News.

Essa comissão é formada por seis neurologistas, representantes das redes de saúde Vitalité e Horizon e um representante da secretaria de saúde.

A estranha síndrome

A doença foi anunciada pela primeira vez em 2021 e, desde então, os casos sob investigação permanecem em 48. No entanto, várias fontes de notícias do Canadá afirmam que o grupo afetado pode chegar a 150 pessoas, informa o site indiano Wion.

A condição afeta principalmente jovens adultos sem problemas anteriores de saúde. Entre os principais sintomas associados à síndrome neurológica, incluem perda rápida de peso, insônia, alucinações, dificuldade de raciocínio e mobilidade limitada.

Muitos sintomas sugerem que fatores ambientais podem ter contribuído para a doença, explica o Wion. Um caso suspeito incluía um homem que estava desenvolvendo sintomas de demência e ataxia (dificuldade de coordenação motora). Observou-se então que sua esposa, que também era sua cuidadora, de repente começou a ter insônia e a apresentar desgaste muscular, demência e alucinações.



Trends BR*

Nenhum comentário