Últimas do Mix

Guarda Municipal realiza nova etapa no processo de armamento dos agentes

Foto: Altemar Alcantara / Semcom

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg), realizou, neste domingo, 13/3, mais uma etapa do processo seletivo da nova Guarda Municipal armada. O Teste de Aptidão Física (TAF) teve a presença de mais de 80 agentes e foi acompanhado pelo secretário Sérgio Fontes.

 

Desde o início do ano, a Guarda Municipal vem se preparando para um novo momento. Em 72 anos de história, os agentes pela primeira vez passarão a ter o porte de arma, como um reforço na segurança do patrimônio e dos cidadãos. A previsão é que até o final de abril, no mais tardar início de maio, a primeira turma com 60 homens esteja formada e seja apresentada para a sociedade. Ao todo, seis etapas compõem o processo e o TAF é uma das mais importantes, uma vez que assegura que o guarda tenha condições de exercer sua atividade na sua totalidade.

 

Para o secretário Sérgio Fontes, apesar dessa etapa não ser eliminatória, ela dirá muito sobre o condicionamento dos agentes. “Nós fizemos um processo de seleção que já vem a algum tempo e essa é a última fase antes da Polícia Federal, que terá o exame psicotécnico e de tiro, então nós estamos fechando aqui o processo de seleção com uma avaliação física, para saber se o guarda tem condição de enfrentar essa nova atribuição e poder arcar com o ônus físico da atribuição”, explicou.

 

A próxima etapa será coordenada pela Polícia Federal e deve acontecer após a assinatura do acordo de cooperação técnica que será assinado pela Prefeitura de Manaus e PF previsto para acontecer ainda este mês.

 

Segundo Claudionei Barbosa, diretor da Guarda Municipal, a etapa física é fundamental para o processo, uma vez que permite que a gestão tenha uma visão geral dos agentes e do condicionamento.

 

“A cada etapa o número vai diminuindo até ficarem apenas os 60 guardas que irão compor a primeira turma e essa etapa física é muito importante, porque ela nos dá uma visão geral do condicionamento dos nossos agentes e se eles terão condições de levar adiante o objetivo final, além de nos permitir saber como anda a saúde dos nossos servidores”.

 

O diretor ressaltou que esse o momento que a guarda vive é ímpar, e que a determinação do prefeito David Almeida de valorizar o serviço e os agentes, traz além de motivação, o sentimento de estar servindo à população na sua totalidade.

 

Concurso

 

Além do armamento da nova Guarda Municipal, o prefeito David Almeida já sinalizou o concurso com 200 vagas ainda para o ano de 2022, o que vem sendo considerado também uma conquista para a categoria, que não renovava os agentes desde 2012.

Nenhum comentário