Últimas do Mix

ONU condena ataque de rebeldes iemenitas e resposta da coalizão saudita

Militares leais aos huthis durante ato em Sanaa para marcar o sétimo aniversário da intervenção da coalizão liderada pela Arábia Saudita - AFP

O chefe da ONU, Antonio Guterres, condenou neste sábado a troca de ataques entre os rebeldes huthis do Iêmen e a coalizão liderada pela Arábia Saudita, pedindo “moderação” às partes envolvidas no conflito, de sete anos.

“A Secretaria-Geral condena veementemente a escalada recente do conflito no Iêmen”, disse o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric.

A onda de ataques rebeldes incluiu o ataque a uma unidade petroleira que pegou fogo perto do circuito da Fórmula 1 de Jeddah durante a sessão de treinos desta sexta-feira. Em resposta, a coalizão liderada pela Arábia Saudita lançou ataques aéreos à capital iemenita, onde oito civis foram mortos, de acordo com o comunicado da ONU, e à cidade portuária de Hodeidah.

Milhares de pessoas saíram em passeata na capital iemenita neste sábado para denunciar o conflito, que a ONU diz ter matado centenas de milhares pessoas direta ou indiretamente e deixado milhões à beira da fome.

Nenhum comentário