Últimas do Mix

Pais reproduzem em silicone e tamanho real filho morto

Em junho de 2020, S. Pandidurai morreu, aos 24 anos, em um acidente de carro em Oddamchathram (Índia). A perda do jovem deixou a família desolada, especialmente a mãe, Pasumukizhi, de 42 anos. Agora, parentes “ressuscitaram” o ente querido. Eles encomendaram a um artista local uma estátua do falecido.

Feita de silicone, em tamanho natural, a escultura hiper-realista, com textura que imita a pele humana, foi posta sentada em uma confortável poltrona na sala da casa onde ele vivia. A inauguração, ocorrida neste mês, quase dois anos após a morte, foi um grande evento, com direito a músicos para celebar o “retorno” de Pandidurai.

“Embora tenhamos encomendado a estátua em tamanho real dois meses após sua morte, levou mais de um ano para fazê-la”, declarou a mãe, segundo o “Indian Express”.Definido como uma “pessoa vibrante”, Pandidurai virou atração. Os sobrinhos dele, aos quais o indiano era muito apegado, gostam de se sentar no colo do tio, como fizeram na cerimônia.


O local foi escolhido porque o falecido gostava de ficar sentado ali vendo televisão.

“Agora estou feliz que eu possa ver o meu filho”, disse a mãe, de acordo com o “India.com”.




Nenhum comentário