Últimas do Mix

Semulsp é a primeira secretaria do Brasil padrão ‘lixo zero’


A Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) recebeu a certificação ‘Lixo Zero’, nesta sexta-feira, 25/3, pelo Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB). O reconhecimento se dá pelo padrão de recuperação de resíduos sólidos que é respeitado no órgão, onde os servidores reciclam tudo que é coletado no ambiente, seja plástico, papel, material orgânico ou rejeito. 

“Essa certificação representa um estímulo a mais que estamos recebendo. É o reconhecimento que um órgão de credibilidade no país identificou a nossa cidade mais cuidada, bonita e limpa. E é dentro da Semulsp o maior reflexo desse cuidado que se tem na cidade”, destacou Sabá Reis. 

Na entrega da certificação, Sabá Reis estreou o fogão movido a biodigestivo fritando ovos na cozinha da Semulsp. No viveiro da secretaria, todo lixo orgânico produzido pelos servidores é transformado em biogás. 

“Hoje colocamos em funcionamento o fogão que funciona por biodigestor e o produto que sai desse biodigestor serve para que as nossas árvores e mudas possam crescer mais e mais rápido. Então hoje a Semulsp demonstra essa enorme preocupação, a questão ambiental. Meio ambiente é vida”, ressalta. 

A Semulsp não usa mais copos descartáveis. O secretário Sabá Reis entregou, em fevereiro deste ano, copos personalizados para todos os servidores da sede da secretaria, eliminando definitivamente o uso do descartável. 

“Cidade mais limpa não é aquela que Semulsp cuida, é aquela que as pessoas não sujam, porque no dia que as pessoas tiverem a consciência com aquilo que se gasta, o trabalho vai deixar de ser desperdício para se transformar em melhoramento para as escolas, a saúde, salário do professor”, enfatiza.

Mudanças 

A Semuslp eliminou as lixeiras comuns dentro das salas e dispôs de lixeiras de coleta seletiva apenas nos corredores e nas entradas da secretaria, para evitar a produção de lixo no local. 

A secretaria também dispõe de máquina de coleta de garrafas PETs e latinhas de alumínio que podem ser convertidas em pontos para trocar por recarga celular, livros e outros benefícios. 

Rodrigo Sabatini, presidente Nacional do Instituto Lixo Zero Brasil, destacou que hoje a secretaria tem o cuidado em evitar os desperdícios, com isso, os servidores aumentam a qualidade dos seus serviços e produtos. 

“O primeiro critério é quanto se desvia de aterro e depois como você desvia. Antes você tinha 100 toneladas que iam para o aterro, agora, só vão 6,5. E como se faz isso? compostando, reciclando e etc. Então não é só se livrar do lixo, mas dá o encaminhando certo”, explicou.

Nenhum comentário