Últimas do Mix

"BBB 22": Douglas Silva é o novo líder do reality e está no top 8

Foto: Reprodução / Globo

Hoje definitivamente não houve nenhuma vitória para o grupo das comadres. Depois de passarem a tarde toda se questionando sobre o retorno do Arthur Aguiar — e temendo o que isso poderia significar para o jogo — foi Douglas Silva quem venceu a prova do líder do Big Brother Brasil 22. Coroado, ele trouxe Gustavo, Arthur Aguiar e Pedro Scooby para o vip.

A ordem em que os brothers jogaram foi sorteada. Do primeiro ao último ficou assim: Douglas Silva, Gustavo, Arthur Aguiar, Jessilane, Paulo André, Natália, Linn da Quebrada, Pedro Scooby.

Ao irem para o provódromo, os confinados se depararam com quatro caixas com diversos cards diferentes dentro delas. Eles precisavam escolher quatro e ficar em outro lado da prova, onde tinha um painel numerado. Cada participante poderia escolher um número por rodada e descobrir qual traço de personalidade estava por trás dela: se correspondesse com o seu card, pontuava.

Era possível jogar o mesmo número que o colega, caso ele não tenha pontuado com seu chute. Assim, além de sorte, o jogo contava com a memória dos participantes. Também havia um número especial, que dava o poder de eliminar um colega da prova do líder.

Natália foi a primeira a perceber que poderia chutar o mesmo número do colega, caso fosse bom para ela, e assim conseguiu seu primeiro ponto. Linn, Gustavo, Arthur e Jessilane, na sequência, fizeram a mesma coisa. 

Já com vários participantes com dois pontos — e Linn com três — Gustavo descobriu o poder secreto e decidiu eliminar a cantora da prova. Mesmo assim, ele acabou ficando um pouco para trás. Depois de algumas rodadas com diversos brothers já tendo três cards, finalmente Douglas Silva venceu.

Dinâmica da semana turbo

Com o jogo já se encaminhando para a reta final, o reality segue em modo turbo. Nesta sexta-feira (8), os brothers realizam a prova do anjo. No mesmo dia, formam o paredão. 

Primeiro, o anjo imuniza um colega, e o líder indica outro. Desta vez, a casa irá ao confessionário votar para salvar um dos confinados. Aquele que for menos citado vai ao paredão e tem direito ao contragolpe.


Fonte: GZH

Nenhum comentário