Últimas do Mix

Bombeiros confirmam que corpo achado em rio não é de paraquedista

Foto: divulgação

Um corpo do sexo masculino foi encontrado na tarde desta terça-feira (26) no Distrito Ariaú no município Iranduba (a 27 quilômetros a sudoeste de Manaus). O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas descartou a possibilidade do corpo ser do paraquedista Luis Henrique Cardelli, desaparecido desde o dia 15 de abril.

O corpo foi encontrado por volta das 14h30, na região do rio Negro. O corpo foi encontrado por um comunitário que apanhava açaí na boca do igapó no Paraná do Ariaú, a 15 minutos de barco.

Segundo Maripá Souza Gomes, 45, moradora do Ariaú, o corpo estava em estado de decomposição, trajava uma bermuda jeans azul escura, camisa de cor preta enrolada no pescoço e tinha uma tatuagem de um Tigre na perna esquerda.

O Comandante dos Bombeiros da Capital (CBC), coronel Sulemar Barroso, informou que uma equipe de bombeiros do Pelotão Fluvial foi enviada até a localidade, para fazer a remoção do corpo, e descartou a possibilidade de ser do paraquedista desaparecido desde o dia 15 deste mês.

“O corpo encontrado nesta terça-feira no igapó do distrito de Ariaú apresentava uma tatuagem de um tigre na perna esquerda e o paraquedista desaparecido não tinha tatuagem. A informação também foi confirmada pela ex-esposa do paraquedista, Jessica Santos”, disse o coronel

O corpo foi removido do rio com apoio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e foi entregue para o Instituto Médico Legal (IML) do município de Iranduba.


Nenhum comentário