Últimas do Mix

Arena Planeta Boi terá brinde em NFT como lembrança digital do evento

Não bastasse levar todas as sensações que permeiam o Festival Folclórico de Parintins, o Arena Planeta Boi ainda apresentará ao público uma novidade que já é sucesso em todo o mundo: o NFT (sigla em inglês para token não fungível).

A ação inédita será promovida pela Amazon Best que, como uma forma de eternizar os momentos vividos na Arena da Amazônia, brindará os torcedores dos bumbás com uma recordação digital do evento.

‘Uma noite em Parintins’ terá uma série colecionável de cinco NFT’s para quem adquirir os ingressos do Arena Planeta Boi. A primeira NFT será dada como brinde e, os demais, poderão ser comprados pelos amantes do Festival.

No mundo, o Super Bowl (principal liga de futebol americano dos Estados Unidos) já usa a NFT. No entanto, no Brasil, essa será a primeira vez que o criptoativo será usado. Para a criação da coleção ‘Uma noite em Parintins’, a Amazon Best buscou a parceria com a empresa Lifeverso, que já possui uma plataforma de engajamento - a Life - para interação entre colecionadores de recordações digitais.

“Nosso objetivo é dar visão às pessoas que no mundo ’cripto’ a pessoa pode ter uma recordação do mundo real. Papel se perde. Então, queríamos fazer o registro digital, uma recordação digital, na forma de uma NFT, que é uma blockchain, um registro único sobre um determinado assunto, aquele arquivo vira algo único, sem corrompimento”, explicou o CEO da empresa, Bruno Schmidt.

Na plataforma, já com acesso á NFT, o brincante terá acesso a um token onde, segundo Schmidt, vai poder participar de enquetes, ganhar prêmios e se aproximar ainda mais do seu objeto de apreço que, neste caso, é o Festival de Parintins.

"Tem um caráter de ineditismo muito grande. Estamos planejando uma NFT de grande volume, com grande valor inédito e comemorativo para aqueles que participarem do evento", garantiu o CEO.

O que são NFTs?

NFT é a sigla em inglês para non-fungible token (token não fungível, na tradução para o português). Para entender bem o que é essa tecnologia, primeiro é importante saber o que significam os termos “token” e “fungível”.

Um token, no universo das criptomoedas, é a representação digital de um ativo – como dinheiro, propriedade ou obra de arte – registrada em uma blockchain, tecnologia que nasceu com o BTC no final de 2008. Exemplo: se uma pessoa tem o token de uma propriedade, significa que tem direito aquele imóvel – ou parte dele.

Já bens fungíveis, de acordo com o Código Civil Brasileiro, são aqueles “que podem substituir-se por outros da mesma espécie, qualidade e quantidade”, como uma nota de R$ 100 que pode ser substituída por duas de R$ 50, por exemplo.

Na prática, ser um token não fungível significa ser um certificado digital de propriedade que qualquer um pode ver e confirmar a autenticidade, mas ninguém pode alterar.


Nenhum comentário