Últimas do Mix

Convênio é firmado para aquisição de ônibus elétricos para Manaus

 (Foto: Divulgação/Manaustrans)

Foi firmado nesta terça-feira (24) um convênio entre a Prefeitura de Manaus e o governo do Amazonas, no valor de R$ 36,4 milhões, para a aquisição dos 12 primeiros ônibus 100% elétricos e com zero poluentes que serão introduzidos à frota convencional em circulação na cidade.

A iniciativa faz parte do programa de revitalização da infraestrutura viária e mobilidade urbana implantado pela gestão municipal. “O transporte coletivo é muito custoso para a prefeitura. São aportados R$ 25 milhões por mês, totalizando mais de R$1,2 bilhão em quatro anos. Nós poderíamos ter a melhor cidade do mundo em infraestrutura e mobilidade urbana com esses investimentos, mas nunca teve ninguém que enfrentasse esse problema de frente. Agora, estamos consertando isso. Nós saímos na frente de todo o Brasil. Vamos dar o exemplo, pois somos a capital da floresta amazônica. Temos a maior biodiversidade, a maior preservação do mundo, e precisamos seguir evoluindo em todos os aspectos. Assim, esses ônibus são um avanço muito significativo do nosso compromisso com a nossa cidade”, enfatizou David Almeida, prefeito de Manaus.

Dos novos veículos, dez serão no modelo Padron, que possui 14 metros e tem capacidade para até 95 passageiros. Os outros dois serão articulados e medem 22 metros e 50 centímetros, com capacidade para até 170 passageiros.

Os ônibus no modelo elétrico não emitem nenhum tipo de gás ou fumaça, sendo um transporte sustentável, além de serem mais silenciosos do que os veículos à combustão. Eles têm maior vida útil do que um ônibus a diesel, a manutenção também é mais barata, além de oferecer mais conforto e segurança aos passageiros.

Amarelinhos

Segundo David Almeida, uma licitação deve ser realizada para regularizar os veículos alternativos, mais conhecidos como Amarelinhos.  “Todos sabem a necessidade que temos de resolver esse problema e vamos buscar essa solução. Queremos ônibus novos, regularizados e conduzidos por profissionais qualificados, tudo dentro de um parâmetro estabelecido pela prefeitura. No total, serão 280 veículos autorizados para circular por Manaus”, disse o prefeito.

Nenhum comentário