Últimas do Mix

Johnny Depp teria procurado cocaína na vagina de Amber Heard, diz psicóloga

 

Foto: Jim Watson

Iniciado no começo de abril e com previsão de término em duas semanas, o julgamento do processo de difamação movido por Johnny Depp contra a ex-esposa Amber Heard tem trazido a tona várias questões da vida conjugal dos atores.

Nesta terça-feira (3/5), o tribunal recebeu a psicóloga Dawn Hughes, como parte da defesa da atriz, que fez relatos detalhados sobre violências sexuais sofridas pela atriz. As falas da médica seriam para desbancar a fala do médico e testemunha de Johnny Depp que afirmou que Amber sofria com distúrbio de diferentes personalidades.

Segundo Dawn Hughes, ela avaliou Amber por cerca de 29 horas no total e essa avaliação a fez concluir que Amber sofria de abuso doméstico. Os relatos da atriz foram de chutes nas costas, empurrões e tapas, além dos relatos de violência sexual.

Ela também fez uma análise descritiva de um dia em que que Depp teria, segundo o relato da psicóloga e da atriz, feito uma "busca" nas partes íntimas de Amber, na tentativa de procurar cocaína, que o ator acreditava que ela estava escondendo.

A médica também disse que Amber teria relatado que Depp teria a penetrado com uma garrafa uma vez.

Outros relatos falaram também do ciúme excessivo do ator e que Amber tinha medo de que ele aparecesse em sets de filmagem em que ela estava. Segundo as alegações, Depp teria entrado em contato diretamente com os colegas de tela da atriz na época em que os dois estavam casados, para alertá-los de que ele estava de olho no set. Entre os atores citados estavam James Franco e Billy Bob Thornton.


Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário