Últimas do Mix

Loja do Carrefour na França proíbe máscara por “questões de segurança”

 

Reprodução/Redes sociais

Uma loja da rede de supermercados Carrefour proibiu que consumidores utilizem máscara no local por “razões de segurança”. O registro do cartaz foi feito em Grenoble, no sul da França, e compartilhado nas redes sociais no último domingo (1º/5).

O comunicado, colado na porta de entrada do mercado, afirma que a decisão foi tomada em concordância com uma lei de 2010 que proíbe o uso de roupas e acessórios que cubram completamente o rosto dentro de comércios. No entanto, o texto permite exceções por justificativas sanitárias.

O uso de máscaras na França não é obrigatório desde 14 de março. No entanto, o número de pessoas que utilizam a proteção tem aumentado nas últimas semanas, quando o país começou a registrar cerca de 50 mil casos positivos diários de Covid-19.

Ao jornal francês Libération, o gerente da loja alegou que a medida foi tomada para evitar roubos. “Enquanto havia a obrigação, as pessoas que roubam como as que não roubam deviam usar máscaras. Quando acontecia um roubo, nós não tínhamos provas [para mostrar à polícia]”, argumenta.

O gerente, no entanto, defendeu que apenas pessoas “suspeitas” estão proibidas de usar máscara na loja. “Não estamos perseguindo todo mundo. Deve haver 25% dos clientes que mantêm a máscara.”

Questionada, a rede Carrefour afirmou que o cartaz já foi removido e que ele contraria as diretrizes do grupo.


Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário