Últimas do Mix

Padre agride bispo fisicamente após discussão por moradia em paróquia

 

Segundo a PM, o autor das agressões toma medicamentos controlados para depressão (Reprodução/Google Street View)

Confusão começou quando bispo avisou ao padre que ele precisava procurar outro imóvel para morar

Uma discussão acalorada rendeu ferimentos a um bispo de 64 anos em Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce, em Minas. É que um padre de 58, da mesma paróquia, atacou fisicamente o colega de trabalho sob a justificativa de ter problemas pessoais com ele e que ele precisaria procurar outro imóvel para morar. A vítima passa bem. O padre está internado na ala psiquiátrica de um hospital da cidade.

Segundo a vítima relatou à Polícia Militar, ele tentava dialogar com o padre de forma harmônica sobre assuntos rotineiros da igreja. Em dado momento, o suspeito – que tem problemas psicológicos – tentou atirar uma cadeira no bispo, que conseguiu desviar.

O padre alegou que o colega o havia agredido verbalmente e, como resposta, empregou violência física. Ele relatou que vem tendo problemas pessoais com o bispo, além de sofrer uma suposta perseguição vinda dele. De acordo com a PM, o suspeito usa medicamentos controlados para depressão.


Problemas psicológicos

Quando a discussão entre o padre e o bispo tomou força, eles se “atracaram” e rolaram no chão, trocando agressões. A vítima ficou lesionada no pescoço e nos braços e pediu que as testemunhas chamassem a polícia.

Na versão do bispo, não é a primeira vez que o padre é agressivo. Ele defendeu que é necessário procurar os órgãos competentes pra resolver o problema, já que o autor mencionou até mesmo suicídio durante o momento de violência.

Segundo a PM, as faculdades mentais do clérigo não estavam em perfeito estado quando tudo aconteceu. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) encaminhou o bispo a cuidados médicos. Ele passa bem.


Posicionamento da Diocese

Em nota oficial (leia abaixo na íntegra), a Diocese de Governador Valadares afirma que repudia “qualquer ato de violência, seja física, psicológica, moral e afins”. O padre já era acompanhado de perto pela instituição em virtude dos transtornos psicológicos que enfrenta. Ele está internado na ala psiquiátrica do Hospital Municipal.

“Na oportunidade, [a Diocese] agradece a preocupação dos fiéis com a saúde do Bispo Diocesano e reforça que, com a graça de Deus, Dom Félix passa bem e seguirá cumprindo sua agenda normalmente”, diz o comunicado.


Nota da Diocese na íntegra

“A Diocese de Governador Valadares vem a público esclarecer que o Bispo Diocesano, Dom Antônio Carlos Félix, na tarde de 30 de abril de 2022, foi vítima de violência envolvendo o padre Geraldo Luiz de Andrade, vigário da Paróquia da Vila dos Montes, na cidade de Governador Valadares; e, desde já, reforça seu repúdio a todo e qualquer ato de violência, seja física, psicológica, moral e afins.

Dom Félix esteve na Paróquia para cumprir compromissos pastorais com a comunidade local e, na ocasião, procurou o padre para tratar sobre questões regulamentares da Paróquia.

Enquanto tentava dialogar de maneira harmônica, o Bispo Diocesano notou que o sacerdote estava emocionalmente transtornado e, em determinado momento da conversa, surpreendeu Dom Félix com agressões físicas.

O Padre em questão já vinha sendo acompanhado de perto pela Diocese em virtude de transtornos psicológicos pelos quais vinha passando há muito tempo; e o Bispo Diocesano entende ser esta a principal causa de tamanha violência ocasionada contra si.

A Diocese considera extremamente importante o esclarecimento dos fatos, evitando a propagação de fake News.

Esclarece ainda que prestará o apoio necessário à recuperação do sacerdote, que se encontra internado na ala psiquiátrica do Hospital Municipal.

Na oportunidade, agradece a preocupação dos fiéis com a saúde do Bispo Diocesano e reforça que, com a graça de Deus, Dom Félix passa bem e seguirá cumprindo sua agenda normalmente.“


Fonte: BHAZ

Nenhum comentário