Últimas do Mix

Surto de hepatite infantil: especialistas alertam para os sintomas que os pais precisam ficar atentos

 

Freepik

A OMS – Organização Mundial de Saúde emitiu um alerta no dia 15 de abril que gerou grande preocupação. O motivo seria o surto de casos de hepatite aguda infantil que ainda tem a causa desconhecida. Os primeiros casos da enfermidade surgiram no Reino Unido. Dez crianças foram diagnosticadas com a condição no local e nenhuma delas tinha alguma doença pré-existente.

A entidade foi comunicada sobre a situação no início do mês de abril. Até o momento, aproximadamente 200 casos foram notificados em outros países da Europa, na Ásia e nos Estados Unidos. Cientistas do mundo inteiro estão em busca de respostas sobre a doença que está acometendo o público infantil.


Hepatite infantil: o que é?

A doença que acomete o fígado desenvolve um processo inflamatório no órgão. No geral, ocorre em decorrência de quadros infecciosos, segundo informação do especialista Alfredo Elias Gilio. Os vírus são os principais causadores da hepatite A, B, C, D, E, mas a enfermidade também pode ser provocada pelo uso em excesso de alguns remédios, consumo de drogas, álcool e doenças autoimunes.


Sintomas de hepatite em crianças

Nos pequenos, a hepatite geralmente se apresenta com sintomas como: diarreia, dor no abdômen, enjoo, vômito e perda de apetite. Na maioria dos casos a doença acaba evoluindo para a icterícia, um tom amarelado na pele e no branco dos olhos. As fezes ficam esbranquiçadas e a urina do paciente costuma escurecer.

O especialista ressalta que alguns pacientes podem não desenvolver icterícia, mas geralmente o amarelado da pele é um grande sinal de alerta aos pais e quando vão em busca de ajuda médica.


Diagnóstico

Após a realização de uma avaliação médica detalhada do quadro de saúde da criança, o profissional solicita alguns exames para averiguar as enzimas hepáticas. Para dar o diagnóstico correto, o paciente é submetido ao exame de sangue. Quando existe uma inflamação no órgão, essas enzimas sofrem uma elevação na corrente sanguínea. A maioria dos casos tem boa recuperação sem a necessidade de internação.


Surto de hepatite infantil de origem desconhecida

O que tem chamado atenção das autoridades é que os vírus causadores da doença foram descartados. Depois de alguns exames, os pesquisadores detectaram a presença do adenovírus 41F. Contudo, a causa do surto ainda é uma suposição dos cientistas.


Fonte: R7

Nenhum comentário