Últimas do Mix

Vasco empata com Guarani e frusta torcida lotada na Arena da Amazônia

FOTO: Mauro Neto/Faar

Foi um primeiro tempo que prometeu, mas uma segunda etapa que não cumpriu. Como resultado, O Vasco empatou com o Guarani, em Manaus (AM), em 0 a 0. O mando era do Bugre, mas a maioria da torcida era cruz-maltina e vaiou ao apito final. Apesar do resultado, o Cruz-Maltino subiu à terceira colocação na Série B do Campeonato Brasileiro.

O próximo desafio do Vasco é na quinta-feira da semana que vem, contra o Brusque, em São Januário. O time de Campinas encara o Sampaio Corrêa, em São Luís (MA).

LÁ E CÁ

Júlio César recebeu por cima aos 16, chutou forte e Thiago Rodrigues espalmou. No minuto seguinte, Diogo Mateus repetiu a dose. E novamente o goleiro mandou para longe. Figueiredo tentou aos 19, mas a bola explodiu na marcação. Aos 34, Gabriel Pec lançou, Figueiredo escorou e a bola pererecou perigosamente, mas saiu em escanteio.

PRESSÃO DO BUGRE

Eram 38 minutos quando Giovanni Augusto lançou Bruno José, que saiu nas costas de Edimar. O lateral vascaíno conseguiu desviar o chute para fora. No minuto seguinte, o mesmo Giovanni encobriu o goleiro vascaíno, mas a bola foi na trave. No rebote, Lucão do Break tentou e o Batman cruz-maltino mandou para escanteio.

Foto: Lance

TENTATIVAS, MAS NADA

No segundo tempo, logo aos três minutos, Gabriel Dias encontrou Figueiredo que, de fora da área, chutou forte para a defesa de Kozlinksi. Aos 11, Bruno Nazário cobrou escanteio, Raniel fugiu da marcação, subiu sozinho, mas não conseguiu direcionar o cabeceio. O troco do Guarani foi aos 18. A bola rodou pelo alto e de um lado para o outro, mas o chute de Júlio César foi para fora. A segunda etapa era mesmo pobre. Lucão teve chance de cabeça, aos 32, mas também não conseguiu direcionar.

NA RETA FINAL...

Aos 40, após cruzameno da direita, Gabriel Pec cabeceou e Kozlinski evitou o gol vascaíno. Já nos acréscimos, a melhor jogada trabalhada do Vasco no jogo. E quando Isaque cruzou, era Gabriel Dias o centroavante, mas o goleiro pegou. Kozlinski pegou outro cabeceio, este no canto direito inferior dele, após cabeceio de Erick. No contra-ataque, Nicolas Careca chutou rasteiro e Thiago Rodrigues defendeu. E nada mais aconteceu.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 X 0 VASCO

Data e hora: 19/5/2022, às 21h30

Local: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Público presente: 33.048 pessoas

Renda: R$ 2.801.270,00

Cartões Amarelos: Kozlinski, Matheus Pereira, Madison (GUA); Thiago Rodrigues, Gabriel Dias, Quintero, Matheus Barbosa, Palacios (VAS)

Cartões Vermelhos: Não houve.

Gols: Não houve

GUARANI: Kozlinski, Diogo Mateus, Ernando (Leandro Castan, 27'/2ºT), Ronaldo Alves e Matheus Pereira; Madison, Leandro Vilela (Silas, 27'/2ºT) e Giovanni Augusto; Bruno José (Yago, 27'/2ºT), Lucão do Break (Nicolas Careca, 42'/2ºT) e Júlio César (Ronaldo, 38'/2ºT) - Técnico: Ben-Hur Moreira.

VASCO: Thiago Rodrigues, Gabriel Dias, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Andrey (Isaque, 28'/2ºT), Juninho (Matheus Barbosa, Intervalo) e Bruno Nazário (Palacios, 12'/2ºT); Gabriel Pec, Raniel (Getúlio, 31'/2ºT) e Figueiredo (Erick, 31'/2ºT) - Técnico: Zé Ricardo.

Lance!

Nenhum comentário