Últimas do Mix

Botafogo perde para o Avaí em casa e entra no Z4 do Brasileirão

Botafogo não vence há cinco jogos (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Botafogo segue com dificuldades no Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Luís Castro mais uma vez não se impôs e foi derrotada pelo Avaí por 1 a 0, na noite desta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, em jogo válido pela 11ª rodada. Kevin marcou o gol dos visitantes.

O Z4, agora, é a realidade do Glorioso. Com a derrota, o Botafogo fica com 12 pontos e cai para a 17ª colocação. O Avaí, por outro lado, chega aos 14 e sobe para o 10º lugar.

As duas equipes voltam aos gramados na próxima quinta-feira pelo Campeonato Brasileiro. Às 16h, o Botafogo enfrenta o São Paulo no Estádio Nilton Santos. O Avaí mede forças com o Fortaleza às 19h na Ressacada.

DOUGLAS SE DESTACA

O Botafogo foi quem mais buscou o gol no decorrer do primeiro tempo. Mesmo sem dominar a posse da bola, o Alvinegro teve as melhores chances. A primeira foi em jogada coletiva envolvendo Vinícius Lopes e Daniel Borges que terminou em finalização de fora da área de Chay, mas parada em boa defesa de Douglas.

O goleiro voltou a aparecer na reta final da partida, parando Erison cara a cara quando o camisa 89 do Alvinegro entrou sozinho após um passe em profundidade de Victor Sá.

AH, A LEI DO EX...

Tudo se desenhava para um primeiro tempo sem gols, mas a Lei do Ex fez questão de aparecer. Em um dos poucos avanços efetivos do Avaí na partida, o Leão teve uma falta na entrada da área. Kevin, que jogou no Glorioso em 2020, cobrou com perfeição no ângulo de Gatito.

NADA, NADA, NADA

Luís Castro até voltou com mudanças na equipe no intervalo para tentar reverter o cenário. De nada adiantou. O Botafogo, apesar de nomes diferentes em campo, continuou com a mesma postura: dificuldade na criação, pouca posse de bola e ameaça praticamente zero ao gol do Avaí - diferente do que no primeiro tempo.

ACABOU A PACIÊNCIA?

O tempo passava e o ambiente vindo das arquibancadas ficava cada vez mais hostil. Já para parte final do jogo os torcedores do Botafogo passaram a gritar "Time sem vergonha" e xingar alguns jogadores em forma de protesto.

No fim, quem saiu de sorriso de orelha a orelha foi o Avaí, com uma vitória em confronto direto contra o Z4 e subindo posições importantes na tabela.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 X 1 AVAÍ

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data e Horário: 13/06/2022, às 19h

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

VAR: Vinicius Furlan (SP)

Gramado: Bom

Cartões amarelos: Vinícius Lopes, Hugo e Del Piage (BOT); Eduardo, Raniele, Bruno Silva, Matheus Galdezani e Vladimir (AVA)

Cartões vermelhos: Bruno Silva (AVA)

Público e renda: 12.627 presentes / R$ 260.135,00

Gols: Kevin (0-1, 45'/1ºT)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Daniel Borges (Matheus Nascimento 25'/2ºT), Kanu, Cuesta, Hugo; Luís Oyama (Kayque 10'/2ºT), Tchê Tchê (Del Piage/Intervalo), Chay; Vinícius Lopes, Erison, Victor Sá. Técnico: Luís Castro.

AVAÍ: Douglas Friedrich (Vladimir/Intervalo); Kevin, Raniele, Arthur Chaves, Bruno Cortez; Jean Cleber (Nonoca 42'/2ºT), Bruno Silva, Eduardo (Matheus Galdezani 31'/2ºT); Muriqui (Renato 15'/2ºT), Bissoli, William Pottker (Morato 31'/2ºT). Técnico: Eduardo Barroca.

Lance!

Nenhum comentário