Últimas do Mix

Róger Guedes perde pênalti, e Corinthians fica no empate com o Boca Juniors

Willian em ação na partida contra o Boca (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP)

No primeiro jogo das oitavas de final da LibertadoresCorinthians e Boca Juniors empataram sem gols na Neo Química Arena. No final do primeiro tempo, Rossi defendeu pênalti cobrado por Róger Guedes.

O jogo de volta, na Bombonera, acontece na próxima terça-feira (5), às 21h30. No mata-mata da competição continental, não há mais o gol qualificado, conhecido como ‘gol fora’.

A partida ficou marcada por mais um caso de racismo por parte dos ‘hinchas’ argentinos em direção à torcida corintiana.

INÍCIO MORNO

Os primeiros minutos do jogo foram marcados por tensão dos dois lados. Nenhuma das equipes conseguia furar a defesa adversária, mesmo com o Boca Juniors marcando pressão no campo corintiano.

O primeiro lance de perigo veio aos 16 minutos, quando Raul Gustavo errou saída de bola e resultou em boa chance de Benedetto, mas o chute foi agarrado por Cássio. Logo em seguida, Róger Guedes serviu Giuliano, que demorou para bater e a zaga do Boca afastou.

PÊNALTI PARA O TIMÃO

Após a metade do primeiro tempo, o Timão passou a ser mais ativo no ataque, e aos 39 minutos, teve chance de ouro para inaugurar o marcador. Após cruzamento de Piton, Rojo afastou parcialmente e acertou o rosto de Mantuan com o braço. O árbitro assinalou penalidade máxima.

SHOW DE ROSSI E CÁSSIO

Róger Guedes cobrou a penalidade no canto direito de Rossi, que defendeu a cobrança e evitou que o Corinthians abrisse o placar. Nos minutos finais da primeira etapa, Benedetto acertou lindo chute de primeira, e Cássio fez um milagre, mandando para escanteio de mão trocada.

SEGUNDO TEMPO COMEÇA QUENTE

Logo aos dois minutos da etapa final, o Corinthians se lançou ao ataque e quase abriu o placar. Willian fez boa jogada pela esquerda e cruzou para trás. Giuliano bateu na zaga. No rebote, Mantuan finalizou, mas a bola desviou na defesa e saiu pela linha de fundo.

Quatro minutos depois, Cássio fez outra bela defesa em falta cobrada por Óscar Romero.

Aos 12 minutos, o Timão reclamou de pênalti Roni em Adson com Sández, mas nem o juiz nem o VAR acharam penalidade.

TENSÃO NOS MINUTOS FINAIS

Após grande chance perdida por Adson, aos 20 minutos, o jogo ficou mais brigado, especialmente no meio-campo. Tanto Corinthians quanto Boca reclamava de forma mais acintosa com o árbitro.

O jogo ficou mais picotado pois ambas equipes paravam os ataques adversários com falta.

Nos cinco minutos finais, o Boca teve duas boas chance de sair de Itaquera com a vitória. Benedetto aproveitou erro de João Victor e arriscou de muito longe, mas a bola passou ao lado do gol. Aos 47, Cássio saiu bem e cortou o cruzamento de Villa.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 0 X 0 BOCA JUNIORS-ARG

LIBERTADORES – OITAVAS DE FINAL – JOGO DE IDA

Local: Neo Química Arena, São Paulo, Brasil

Data e hora: 28 de junho de 2022, às 21h30

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Assistentes: Christian Scheimann (CHI) e Claudio Rios (CHI)

Árbitro de vídeo: Juan Soto (CHI)

Público/renda: 44.918 / R$ 4.276.661,67

Cartões amarelos: João Victor, Piton e Roni (COR) / Rojo, Villa e Varela (BOC)

Cartões vermelhos: –

GOLS: –

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Bruno Méndez, 1/2ºT); João Victor, Raul Gustavo e Lucas Piton; Roni, Giuliano e Adson (João Pedro, 37/2ºT); Mantuan, Róger Guedes (Júnior Moraes, 37/2ºT); e Willian (Fábio Santos, 45/2ºT). Técnico: Vítor Pereira

BOCA JUNIORS-ARG: Rossi; Advíncula, Izquierdoz, Marcos Rojo e Agustín Sandez; Pol Fernández, Varela e Óscar Romero; Exequiel Zeballos, Darío Benedetto (Ramírez, 31/2ºT) e Sebastián Villa. Técnico: Sebastián Battaglia

Lance!

Nenhum comentário