Últimas do Mix

Moradores do Manauara etapa B recebem mutirão de serviços da Prefeitura de Manaus nesta quinta e na sexta-feira

 

Foto: reprodução 

A Prefeitura de Manaus realiza nesta quinta-feira, 28/7, e na sexta-feira, 29, de 9h às 12h, um mutirão de serviços que marca o encerramento dos serviços do Plano de Trabalho Social (PTS) para os beneficiários do residencial Cidadão Manauara II, etapa B, no bairro Santa Etelvina, zona Norte, no próprio conjunto.

O plano faz parte da política habitacional da gestão do prefeito David Almeida e é acompanhado pela Vice-Presidência de Habitação e Assuntos Fundiários (Vpreshaf) e Grupo Institucional do Poder Público (GIPP), sendo uma das partes do empreendimento entregue pela Prefeitura de Manaus no ano passado a 500 famílias, com duração de 18 meses de execução.
Os mutirões são voltados para articulação de políticas públicas para os moradores do conjunto com foco em educação, saúde, desenvolvimento urbano, assistência social, trabalho, cultura, esporte, meio ambiente e outros.
“Os mutirões, encaminhamentos e cursos têm como objetivo atender aos beneficiários do programa de habitação popular da prefeitura, sendo gratuitos e oferecidos com todo o material incluído”, explicou o vice-presidente de Habitação, Renato Queiroz.

Trabalho

As atividades fazem parte do Plano de Trabalho Social (PTS), que promoveu, durante 18 meses, uma série de atividades de capacitação, qualificação e orientação para os beneficiários da habitação social. Os residentes são separados em grupos, por blocos, recebendo treinamento nas áreas comuns do próprio residencial.
“O Plano Social de Trabalho é licitado, contratado e realizado para dar o suporte necessário às famílias nos cuidados e no dia a dia com a nova habitação própria”, afirmou Queiroz.

A assessoria técnica da Vpreshaf promove, junto aos beneficiários, com suporte de uma empresa licitada para a execução do PTS, uma série de palestras, reuniões e encontros com assuntos que vão desde seus direitos e deveres como usuários do sistema habitacional, até informações sobre tarifas sociais; cadastros em programas sociais; organização comunitária e planejamento do orçamento familiar; racionalização de gastos com a nova moradia; capacitações para compor a gestão condominial, entre outros.

Nenhum comentário