Últimas do Mix

Prefeitura de Manaus realiza obra emergencial no conjunto Manoa

Foto: reprodução 

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), trabalhou a todo vapor, nesta sexta-feira, 26/8, em uma obra emergencial, para a execução dos serviços de drenagem e implantação de canaletas, em um trecho da rua Yanomami, no conjunto Manoa, bairro Cidade Nova, zona Norte.

A área estava bastante deteriorada com acúmulo de águas devido às ligações irregulares e clandestinas que acabaram abrindo buracos. Após uma vistoria técnica da Seminf, as ligações foram recolhidas, e agora as equipes trabalham com a implantação das canaletas que darão a vazão correta das águas e evitarão o surgimento de buracos. Na sequência, os trechos deteriorados com o asfalto desgastado vão receber uma nova camada asfáltica.

Os serviços tiveram início após a população solicitar, por meio das redes sociais da Seminf. O secretário municipal de Infraestrutura, Renato Júnior, determinou o início imediato das obras.

“Essa via estava causando muito transtorno para os moradores, por conta do grande excesso de buracos, e por ser uma via bastante movimentada pelo tráfego das linhas de ônibus, nossa equipe estava atuando de mês em mês nesse trecho com a manutenção de asfalto, mas o dano ainda era grande, e na gestão do prefeito David Almeida resolvemos o problema de forma definitiva, pensando no melhor para Manaus e toda a população”, afirmou o secretário Renato Júnior.

De acordo com o fiscal da obra, engenheiro Érico Braga, no local existe um estabelecimento, lava a jato, que faz o descarte da água irregular proveniente para as ruas, sendo um dos principais fatores para o agravamento do problema, no entanto o Implurb, trabalha com as medidas cabíveis, fiscalizando o local.

“A água que era jogada nas ruas é uma água proveniente do lava a jato, e tinha resíduos de óleo, o que tornava o dano ainda maior, causando os buracos, principalmente por ser uma via de grande fluxo. Nossa equipe acionou o Implurb para que notificasse e verificasse a documentação do lava a jato, e para que a água não fosse mais jogada para as vias públicas, entramos em contato com o IMMU, que está dando todo o suporte para executarmos o serviço com mais rapidez”, disse o engenheiro.

Nessa ação, 40 servidores da Seminf estão envolvidos, utilizando os maquinários necessários como caçamba, retroescavadeira, rolo compactador, e bobcat. Os serviços têm previsão de duração de até 20 dias.

“A Prefeitura de Manaus tem trabalhado incansavelmente, para minimizar e solucionar os problemas na cidade, devolvendo a trafegabilidade e a segurança para os moradores”, disse o engenheiro.

Nenhum comentário