Últimas do Mix

Vídeo mostra momento em que passageira morre após cair de ônibus

Reprodução

 A Polícia Civil divulgou, na tarde desta sexta-feira (19), um vídeo que mostra o momento exato em que uma passageira do Eixo Anhanguera, em Goiânia, cai do ônibus em movimento. Leidiane Teixeira da Cruz, de 28 anos, estava próximo às portas do veículo. Elas se abriram por razões ainda desconhecidas, o que fez com que a jovem se desequilibrasse e caísse.


Como mostra a filmagem, o acidente aconteceu precisamente às 13:37:15 de quarta-feira (17). O coletivo estava cheio e, por isso, havia pessoas em pé. Uma delas era Leidiane.

A mulher estava com uma mochila e de costas para a saída do ônibus. Em questão de segundos, as portas se abrem, com o veículo ainda em movimento, e ela cai para o lado de fora. A mulher que estava ao seu lado vê quando tudo acontece e vira-se para o lado chocada.

A vítima foi levada Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) desacordada, ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu e morreu na manhã desta quinta-feira (18).

Informações preliminares, repassadas por testemunhas ao Samu, diziam que Leidiane havia se desequilibrado durante um curva fechada e, por isso, se apoiou na porta, que abriu. Entretanto, segundo a polícia, o vídeo que registrou o acidente não indica que a Leidiane se apoiou na porta antes de cair.

Investigação

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes de Trânsito (DICT) da capital, que afirmou que já está listando os passageiros do ônibus para ouvi-los. A DICT também já buscou identificação do motorista do veículo. Por enquanto, ele ainda não foi ouvido.

Outro ponto analisado é que o vídeo mostra a suposta velocidade em que o ônibus estava durante o trajeto. No momento em que a mulher cai, o vídeo marca variava entre 48 e 53 quilômetros por hora.

Nesta sexta-feira (19), agentes civis estiveram na sede da Metrobus, que é a empresa responsável pelo ônibus. O veículo foi devidamente fotografado e, segundo a polícia, também passará por análise. Imagens divulgadas pela Dict mostram que haviam placas de sinalização dentro do ônibus, que alertavam sobre os riscos de se trafegar nas plataformas móveis.

Placas de sinalização dentro do ônibus alertam sobre riscos de se trafegar nas plataformas móveis. (Foto: Divulgação – PC)


Metrobus

Em nota, a Metrobus lamentou o acidente e disse que está prestando assistência aos familiares da jovem. Inclusive, a companhia analisa a possibilidade legal de ressarcimento de eventuais despesas após a apuração devida do caso.

A empresa também disse ter aberto uma apuração interna para averiguar as causas do acidente e garantiu que a porta estava fechada e em funcionamento normal no momento da fatalidade. Isso porque, ‘nenhum de seus veículos roda com a porta aberta em função de um sensor que impede essa possibilidade’.



Fonte: Maisgoias


Nenhum comentário