Últimas do Mix

Justiça mantém prisão de suspeito de atear fogo em lotérica de Manaus

Foto: reprodução/Jucélio Paiva/Rede Amazônica

A justiça do Amazonas decidiu manter a prisão do venezuelano Luís Domingo Siso, de 60 anos. Ele ateou fogo na lotérica situada no Mercado Adolpho Lisboa, no Centro de Manaus. O homem recebeu alta do Hospital João Lúcio na quinta-feira (8). Três pessoas morreram em decorrência do incêndio. Uma segue internada.

O caso aconteceu no dia 16 de agosto. Imagens de câmeras de segurança mostraram o momento em que o homem apareceu jogando gasolina na porta da lotérica. Ele chegou a ser impedido pela população, mas o fogo já havia se alastrado (veja as imagens abaixo).

Luís estava internado desde o dia do incêndio. Ele chegou a ser preso em flagrante no hospital e após alta médica, ocorrida na quinta-feira (8), foi encaminhado ao Fórum Henoch Reis, na Zona Centro-Sul de Manaus, onde foi realizada a audiência de custódia.

Em nota, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) informou que o Juízo Plantonista constatou que o mandado de prisão expedido nos autos do processo preencheu as formalidades legais, razão pela qual concluiu pela legalidade e homologação do ato prisional do custodiado.

No entanto, a justiça determinou que o homem deverá ser encaminhado à Enfermaria da Unidade Prisional, a fim de que a equipe médica do local verifique se há necessidade ou não de retorno ao hospital, a fim de resguardar a saúde e integridade física do preso.

Fonte: G1 AM

Nenhum comentário