Últimas do Mix

Prefeitura de Manaus irá intensificar serviços de saúde voltados às mulheres durante o Outubro Rosa


Foto: Divulgação
A Prefeitura de Manaus irá intensificar a oferta de serviços de saúde voltados ao público feminino durante a campanha “Outubro Rosa”, mês de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está preparando uma programação que irá contemplar todos os Distritos de Saúde (Disa) da capital, com o intuito de ampliar e facilitar o acesso das mulheres.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, informa que a abertura da campanha será no dia 30/9 e as ações serão desenvolvidas ao longo do mês, em unidades básicas e pontos estratégicos da comunidade. Os serviços também serão ofertados em uma unidade móvel da Semsa, a partir do dia 30 deste mês, por 14 dias, na praça Heliodoro Balbi, conhecida como “praça da Polícia”, no Centro.

“O objetivo do Outubro Rosa é sensibilizar a população sobre a importância da realização do exame clínico das mamas e da mamografia, para oportunizar o diagnóstico precoce de prováveis lesões cancerígenas, e acolher essa usuária o quanto antes. A gestão do prefeito David Almeida prioriza o cuidado com as mulheres manauaras, e por isso estaremos fortalecendo esse movimento”, disse a secretária.

A técnica da Divisão de Atenção à Saúde da Mulher da secretaria, enfermeira Gerda Costa, explica que o exame clínico deve ser feito por profissional médico ou enfermeiro, e o exame de mamografia irá priorizar mulheres na faixa de rastreio, de 50 a 69 anos.

Por conta da alta incidência do câncer do colo do útero no Amazonas, a Semsa também irá intensificar a realização do exame citopatológico (preventivo), voltado prioritariamente para mulheres de 25 a 64 anos. As usuárias devem apresentar documento de identidade com foto, CPF e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

“A nossa unidade móvel vai disponibilizar consulta médica e de enfermagem, solicitação de mamografia, serviço de ultrassonografia e realização de exame citopatológico. As unidades básicas de cada distrito já estão enviando as ações programadas, para que a gente possa consolidar e disponibilizar a programação completa à população no site da Semsa: semsa.manaus.am.gov.br”, conta Gerda.

A enfermeira acrescenta que, na praça Heliodoro Balbi, a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) também irá instalar uma unidade móvel de atendimento à mulher, a partir do dia 3/10, com serviços de orientação psicológica e social, com oficinas e rodas de conversa sobre direitos da mulher, geração de renda, entre outros assuntos.

Estratégia

A Divisão de Atenção à Saúde da Mulher da Semsa irá envolver outras gerências e núcleos da Atenção Primária, para auxiliar no engajamento da população na campanha, dada à transversalidade do Outubro Rosa. Com isso, será fomentada a execução de ações específicas para determinados grupos, como pessoas idosas, migrantes e refugiados.

“O Núcleo de Atenção à Saúde da Pessoa Idosa irá desenvolver, junto com os distritos, ações voltadas para a terceira idade, uma vez que abrange a faixa etária de rastreio para a mamografia, que vai até os 69 anos. A Divisão de Promoção da Equidade às Populações Vulneráveis irá definir estratégias para garantir que migrantes e refugiados venezuelanos, indígenas e pessoas em situação de rua tenham acesso a todos os serviços ofertados”, exemplifica Gerda Costa, pontuando que outros núcleos estarão envolvidos na campanha.

A secretaria também irá promover webconferências com os profissionais da Atenção Primária à Saúde (APS), por meio do “Diálogos na APS”, para manter a capacitação e educação permanente da rede, o que contribuirá com o melhor atendimento à população. No dia 5, a atividade terá como tema “A importância da integralidade na prevenção e no cuidado ao câncer de mama”.

SDM

Uma das edições do “Diálogos na APS” no Outubro Rosa irá destacar o Serviço Municipal de Diagnóstico de Mama (SDM), inaugurado pela Semsa no primeiro semestre deste ano, na policlínica Djalma Batista, no bairro Compensa, zona Oeste, e na policlínica Castelo Branco, no Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

“Vamos reunir profissionais do SDM para uma troca de informações sobre o encaminhamento das usuárias ao serviço, o salto de qualidade que a Semsa deu com a inauguração dos SDMs, e qual seu impacto. Já adianto que ele impacta na questão da celeridade do diagnóstico, onde são realizadas biópsias das lesões suspeitas. Em se tratando de câncer, diagnóstico precoce é tudo, pois quanto mais cedo ele é descoberto, melhor o prognóstico da paciente”, completa Gerda.


 

Nenhum comentário