Últimas do Mix

Cientistas garantem que vacina contra o câncer estará disponível até 2030

 

Imagem: Reprodução/ Metrópoles

O casal de cientistas Ugur Sahin e Özlem Türeci, fundadores da empresa farmacêutica BioNTech (uma das responsáveis pelo imunizante de Covid-19) anunciou nesse domingo (16/10) que as vacinas da companhia destinadas ao tratamento de câncer estarão disponíveis para uso em menos de 10 anos.

“Nosso objetivo é usar a abordagem de vacina individualizada para garantir que os pacientes recebam uma dosagem personalizada que induza uma resposta imune logo após a cirurgia. Isso fará com que as células T, responsáveis pela defesa do corpo, consigam rastrear as células tumorais restantes e, idealmente, as eliminem” , explicou Ugur Sahin, que além de CEO da farmacêutica alemã é pesquisador em oncologia, em entrevista ao programa de TV da BBC Sunday with Laura Kuenssberg.

Atualmente, a BioNTech está em uma fase avançada de testes clínicos de versões do imunizante focadas no câncer colorretal, câncer de pele melanoma, e câncer de cabeça e pescoço.

Outros imunizantes, que visam o tratamento de câncer de ovário, de próstata e de tumores sólidos, estão em fase inicial de teste em humanos.

RNA mensageiro

Quando a BioNTech foi fundada, em 2008, o casal pesquisou principalmente na tecnologia que utiliza RNA mensageiro (RNAm).

“A tecnologia de RNAm possibilita que você diga ao corpo como produzir o medicamento ou a vacina. Quando você usa o RNAm como uma vacina, ele serve como um manual para elaborar o ‘cartaz de procurado’ do inimigo. Neste caso, os inimigos são os antígenos de câncer que distinguem as células cancerosas das células normais”, explicou Türeci, que é imunologista.

Se as vacinas de RNA mensageiro provarem ser efetivas contra os tumores, elas serão um tipo de tratamento menos invasivo para o tratamento do câncer e, possivelmente, para terapias contra doenças virais como o HIV e a zika.




Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário