Últimas do Mix

Prefeito David Almeida entrega armamento para primeira turma da nova Guarda Municipal

Fotos – Dhyeizo Lemos/Semcom e João Viana/Semcom
O prefeito de Manaus, David Almeida, cumpriu, nesta terça-feira, 18/10, mais uma promessa de campanha ao realizar a entrega do armamento letal para os primeiros 32 guardas municipais aprovados no curso de formação, reforçando, assim, a segurança da capital amazonense. O evento aconteceu no auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, na sede da Prefeitura de Manaus, na avenida Brasil, bairro Compensa, zona Oeste.

“A segurança pública é atribuição do Estado, mas, em todo o Brasil, já existem as guardas municipais. Nós temos muitos problemas com a segurança dos nossos prédios públicos. Vamos priorizá-los, juntamente com o transporte coletivo, os terminais, e estaremos também presentes nas feiras e mercados. Hoje, entregamos o armamento para os 32 aprovados na primeira turma de formação. Vamos juntar a esses, mais ou menos, cem guardas municipais e mais policiais militares, que serão integrados, por meio de um convênio com a Polícia Militar do Amazonas, onde compraremos os dias de folga, para que possamos dar a nossa contribuição para a segurança da nossa cidade”, destacou David Almeida.

Além da pistola Taurus 9 milímetros, os agentes de segurança receberam o novo fardamento da Guarda Municipal, que garantirá uma atuação de forma estratégica, nos pontos sensíveis do município. O uniforme tem uma nova coloração, um tecido mais apropriado, não apenas para o clima amazônico, mas, principalmente, para as novas atribuições que, agora, são incluídas na rotina dos servidores.

O armamento de fogo será mais uma ferramenta integrada aos serviços da guarda nesse novo momento, que também terá alternativas não letais, seguindo a recomendação de uso progressivo da força, com táticas de imobilização, spray de pimenta e taser de choque elétrico.

Titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg), o delegado Sérgio Fontes salientou que o novo armamento será utilizado apenas em último caso, quando a segurança do espaço público e do servidor estiver em risco. Ele relembrou o triste episódio que aconteceu em junho de 2021, quando espaços e prédios públicos  foram atacados por membros de facções criminosas. Na ocasião, os guardas municipais não tiveram poder de resposta por estarem desarmados.

“Muitas pessoas e muitas instituições nos ajudaram nesse processo de transformar a história da Guarda Municipal de Manaus. Agradecemos esse apoio. Todos os agentes que receberam o armamento nessa cerimônia já vão atuar com o armamento. Vale ressaltar que ainda vamos continuar utilizando o armamento não letal. A arma de fogo é a última opção, mas vimos, no ano passado, durante os ataques realizados à nossa cidade, que, infelizmente, é necessário, para se impor diante da criminalidade. Temos que ter o mínimo poder de resposta, que é a arma de fogo”, afirmou Fontes.

Primeira colocada no curso de formação, a agente Francilene Viana afirmou que a Guarda Municipal vive uma nova etapa da sua história e que a ação desta terça-feira é histórica.

“Eu acho que esse é um momento histórico para a Guarda Municipal de Manaus. Durante 73 anos atuamos de maneira diferente para a população e, graças à promessa de campanha do prefeito que ele está cumprindo, nós estamos tendo esse momento de mudança na maneira de agir da guarda, de entregar segurança para a população. Com esse armamento, temos mais segurança para a população e para o próprio servidor. Nós poderemos atuar de uma maneira mais enérgica e entregar um serviço de maior qualidade para a população”, disse Francilene.

Durante o evento, foram apresentados os novos veículos que estão à disposição da Guarda Municipal. O desafio da gestão municipal é que a nossa divisão de segurança da Prefeitura de Manaus seja uma das melhores equipadas e mais modernas do país.

Nenhum comentário