Últimas do Mix

São Paulo vira sobre o América-MG com gol no final e se recupera da derrota na Sul-Americana

Foto: Paulo TI / Futura Press

O São Paulo conseguiu nesta quinta-feira um grande resultado ao bater de virada o América-MG por 2 a 1, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória recupera o time comandado pelo técnico Rogério Ceni da derrota na final da Copa Sul-Americana para o Independiente del Valle, do Equador, no último sábado, na Argentina.

Agora com 40 pontos, o São Paulo subiu para a 10ª colocação e segue na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Como o Brasileirão terá um G8 para a competição continental, a diferença para o oitavo colocado, atualmente o próprio América-MG, é de dois pontos. Rival que pode ser ultrapassado porque o Tricolor tem um jogo a menos - contra o Coritiba, em casa, marcado para o próximo dia 20.

Pela 31ª rodada, os dois times jogarão neste domingo. Às 16 horas (de Brasília), o São Paulo vai receber o Botafogo, no estádio do Morumbi, em São Paulo. Mais tarde, às 18 horas, o América-MG estará no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, para enfrentar o Fluminense.

O jogo - Em uma partida com os dois times precisando de pontos para atingirem seus objetivos de classificação para competições continentais, o primeiro tempo foi de bastante movimentação, mas de erros também. Os dois gols aconteceram em falhas das defesas.

A primeira delas foi da zaga do São Paulo. Aos nove minutos, Igor Vinícius perdeu a bola para Alê, que rolou para Aloísio na intermediária, pela direita. O atacante dominou sozinho, limpou para a perna direita e bateu rasteiro. O goleiro Felipe Alves pulou no canto, mas a bola passou entre as suas mãos, bateu na trave direita e entrou no gol.

Nervoso com a desvantagem, o América-MG teve mais chances, inclusive uma com o centroavante uruguaio Mastriani, e por pouco o São Paulo ficou com um jogador a menos ainda antes do intervalo. Calleri acertou uma cotovelada no zagueiro Ricardo Silva, mas o árbitro aplicou apenas o cartão amarelo.

O argentino se redimiu pouco tempo depois. Aos 33 minutos, agora em uma falha da zaga do América-MG, Luciano recebeu na entrada da área e fez o passe para Calleri dentro da área, pela direita, livre de marcação. O centroavante bateu na saída do goleiro Matheus Cavichioli, a bola tocou na trave e entrou.

Na segunda etapa, o jogo continuou movimentado, com chances para os dois lados. Logo no início, o São Paulo teve um gol anulado após a bola bater no braço de Luciano antes do chute do atacante. E criou boas chances com Rodrigo Nestor e Calleri.

Preocupado com o domínio do São Paulo nos primeiros minutos, o técnico Vagner Mancini resolveu fazer três substituições de uma vez só. E as entradas dos laterais Marlon e Arthur e do atacante Matheusinho surtiram efeito, já que o América-MG equilibrou as ações e passou a criar as suas oportunidades. Na melhor delas, aos 13 minutos, Juninho cruzou pela ponta direita, Mastriani subiu mais alto que Rafinha e cabeceou. Felipe Alves espalmou para escanteio.

Mais tarde, foi a vez de Rogério Ceni fazer as suas trocas, que logo deram um efeito positivo. O São Paulo teve boas oportunidades, como uma de Miranda, aos 41 minutos, que Matheus Cavichioli defendeu com o pé esquerdo. E foi recompensado aos 45 com o gol de cabeça de Alisson.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 x 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data: 06 de setembro de 2022 (quinta-feira)

Horário: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Assistentes: Thiaggo Americano Labes (SC) e Brigida Cirilo Ferreira (Fifa-AL)

VAR: Rodrigo D´Alonso Ferreira (SC)

Renda: Não disponível

Público: Não disponível

Cartões amarelos: Jonas Neves (preparador físico), Aloísio e Danilo Avelar (América-MG); Alisson, Miranda, Pablo Maia e Calleri (São Paulo)

Gols:

AMÉRICA-MG: Aloísio (aos 9min do 1º tempo)

SÃO PAULO: Calleri (aos 33min do 1º tempo) e Alisson (aos 45min do 2º tempo)

AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Patric (Arthur), Ricardo Silva, Eder e Danilo Avelar (Marlon); Lucas Kal, Juninho e Alê (Benítez); Aloísio (Matheusinho), Mastriani (Wellington Paulista) e Everaldo.

Técnico: Vagner Mancini

SÃO PAULO: Felipe Alves, Rafinha, Miranda e Léo, Igor Vinícius (Alisson), Pablo Maia, Rodrigo Nestor (Igor Gomes), Patrick (Marcos Guilherme) e Reinaldo (Wellington); Luciano (André Anderson) e Calleri.

Técnico: Rogério Ceni

Gazeta Esportiva

Nenhum comentário