Últimas do Mix

Família real do Catar proíbe venda de cervejas próximo a estádios da Copa

Foto: Reprodução.

O governo do Catar informou, nesta sexta (18/11), à Fifa que não manterá o acordo de vender álcool no perímetro dos estádios. O comunicado, feito a apenas dois dias da abertura dos jogos, irritou organizadores e coloca em xeque o patrocínio da marca de cerveja Budweiser. A informação foi divulgada pelo The New York Times.

A decisão partiu da família real Al Thani contraria o acordo previamente estabelecido de que bebidas alcoólicas poderiam ser comercializadas no entorno das oito arenas que recebem os jogos três horas antes do início de cada partida e uma hora depois.

Patrocinadora oficial da Copa, a Budweiser só poderá vender a versão zero álcool de sua cerveja no entorno dos estádios, o que coloca em questão seu patrocínio na ordem de 75 milhões de dólares para a realização do torneio. Em resposta, por enquanto o perfil da marca no Twitter apenas publicou os dizeres “Well, this is awkward...”, ou seja, “Bem, isso é estranho...”, mas a mensagem foi apagada minutos depois. 

Os torcedores só poderão comprar cerveja com álcool em “fan zones”, onde os latões custam 12 libras esterlinas – um pouco mais de R$ 75 – e são limitados a quatro por pessoa, ou em hotéis e restaurantes licenciados.

Nenhum comentário