Últimas do Mix

Federações criticam Fifa por proibir braçadeira 'One Love'

Foto: Reprodução/AFP.

As federações de sete países divulgaram nesta segunda-feira (21/11) um comunicado conjunto criticando a decisão da Fifa de punir com cartão amarelo jogadores que entrarem em campo na Copa do Mundo do Catar com braçadeiras em defesa da comunidade LGBTQIA+.

As braçadeiras são o mais recente campo de batalha para os jogadores divulgarem mensagens políticas relacionadas com o Mundial no Catar, onde a homossexualidade é ilegal.

A nota é assinada pelas federações de Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Inglaterra, País de Gales e Suíça, cujos capitães jogariam no Mundial com faixas no braço com o slogan "One Love" e as cores do arco-íris. As federações de tais países mostraram-se frustradas com a decisão da FIFA.

De acordo com as regras da FIFA, os uniformes não devem ter slogans, declarações ou imagens políticas, religiosas e pessoais durante o evento mundial. A FIFA reforçou que a braçadeira de cada capitão das respectivas federações serão fornecidas pelo órgão regulador.

Nenhum comentário