Últimas do Mix

Juíza nega absolvição e soltura de homem que esfaqueou mulher na Fametro

Foto: Reprodução.

A juíza Dinah Câmara Fernandes, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, negou pedido de revogação da prisão preventiva de Elias Eduardo Antunes de Souza. Ele é acusado de tentar matar Érika Freire, de 39 anos, mulher que trabalhava no Centro Universitário Fametro em Manaus, mesmo local de trabalho do violentador, o crime ocorreu no dia 17 de setembro deste ano.

Elias Souza pediu absolvição sumária, ou seja reconhecimento da inocência do réu sem a necessidade de remetê-lo ao júri, e revogação da prisão preventiva, alegando que não possuía a intenção de matar a vítima e se encontrava em surto psicótico.

Em relação ao pedido de absolvição sumária, a juíza afirma que somente será possível avaliar  a possibilidade de absolvição após a conclusão do incidente de insanidade, que é o procedimento para verificação, através de perícia médica, da saúde mental do réu.

Nenhum comentário