Últimas do Mix

Justiça nega pedido de soltura para anestesista que estuprou mulher durante parto

Foto: Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro negou um habeas corpus ao médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, denunciado por estuprar uma mulher durante o parto no centro cirúrgico do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O homem foi filmado por colegas de trabalho que já suspeitavam dos abusos.

A decisão que negou liberdade ao acusado da última quinta-feira (17) é do desembargador Celso Ferreira Filho, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O processo tramita em segredo de justiça. O Tribunal já havia negado, no dia 1º deste mês, pedido de liberdade para o réu.

Nenhum comentário