Últimas do Mix

Mulher é condenada à morte por matar amiga grávida para roubar seu bebê

 

Imagem: Reprodução/ Impala News

Uma mulher de 29 anos foi condenada à morte nesta quinta-feira por matar uma amiga grávida para roubar seu filho. Taylor Parker cortou a barriga da vítima e arrancou a criança do útero. O bebê também morreu.

A sentença foi divulgada nesta quinta-feira pelo júri do condado de Bowie, no Texas. O crime aconteceu em 9 de outubro de 2020. Nesta data, o corpo de Reagan Simmons-Hancock, de 21 anos, foi encontrado sem vida.

Taylor foi presa pouco depois. Os policiais a encontraram dirigindo em alta velocidade. Parada pelos agentes, a acusada alegou que tinha acabado de dar à luz. O bebê foi levado pela polícia para um hospital em Oklahoma, onde foi declarado morto.

Os promotores disseram que, na tentativa de manter o namorado, Taylor se fez parecer grávida, fingiu ultrassons e até fez uma festa de revelação de gênero.

Durante o julgamento, um investigador da polícia testemunhou que Taylor realizou pesquisas intensivas sobre como fingir uma gravidez de forma convincente.

Após os relatos das testemunhas, o juiz John Tidwell disse ao oficial de justiça: "Leve-a para o corredor da morte". As informações são da CBS.

Nenhum comentário