Últimas do Mix

Pele de bebê: Neymar adota rotina de cuidados antes da Copa

Foto: Reprodução Instagram (@neymarjr / Saúde em Dia
A poucas semanas da Copa do Mundo, o camisa 10 Neymar adotou uma série de protocolos para chegar no Catar com a pele renovada. Ou, como ele mesmo diz, com pele de bebê. A dermatologista Dra. Juliana Neiva é a responsável pela rotina de cuidados do craque.

De acordo com ela, Neymar tem uma pele com tendência a oleosidade, porém sensível. O que significa que é uma pele mais reativa aos ativos convencionais como, por exemplo, ácidos fortes. "Também existe a questão de ser um atleta de alta performance, situação que traz algumas alterações na epiderme", aponta a especialista.

Isso porque o atleta de alta performance normalmente tem um estresse oxidativo alto. Ou seja, um desgaste considerável da estrutura da pele, inerente às atividades que ele exerce. "No caso do futebol, há o contato com o gramado, com ar livre e muita exposição solar. Esses são fatores que fazem com que a pele tenha uma tendência a ter os poros mais abertos. No caso de uma pele mais sensível como a do Neymar, podem surgir reações a essa exposição", explica a dermatologista.

A profissional afirma que o objetivo é atingir o que Neymar gosta de chamar de pele de bebê, que é uma pele renovada com aspecto natural. "Mas, além dos protocolos voltados para a estética, é importante também falarmos dos cuidados que ele tem com a saúde, já que a pele é o maior órgão do corpo e é a interface entre o meio externo e o interior, que funciona como uma barreira que evita diversos tipos de infecções, alergias e até dermatites", acrescenta Juliana.

Rotina adotada por Neymar

A dermatologista explica que a rotina de cuidados adotada pelo atleta inclui a limpeza do rosto com sabonete específico para pele oleosa duas a três vezes ao dia. "Além disso, antes do treino sempre indico o uso do filtro solar com boa fixação, por causa do suor. É também importante que o filtro solar não cause ardor nos olhos, por isso, a recomendação são produtos com base mais aquosa", destaca a especialista.

Já para o pós-treino, a indicação é a higienização do rosto e a aplicação de um sérum. À noite a rotina termina com a aplicação de um hidratante com renovador celular. "A disciplina do atleta contribui muito no caso da dermatologia, gosto de dizer que é um trabalho em dupla e que depende do paciente seguir as recomendações. No caso do Neymar, já cuido da pele dele há 6 anos e, nesse tempo, conseguimos encaixar em uma rotina super puxada com treinos longos e muitas viagens, um tratamento individualizado e fácil de ser mantido por ele", ressalta.

A profissional acrescenta ainda que o truque é aplicar diferentes tratamentos para as diferentes fases do ano. "Para cada fase do atleta nós criamos programações e adaptações ao longo do caminho. A pele não é um órgão estático, ela varia de acordo com o estilo de vida do paciente e, por isso, sempre fazemos adaptações para cuidar das alterações que possam vir surgindo", esclarece. 

Juliana destaca que a proposta com o craque é sempre muito natural. "Ele sempre pede para buscar a naturalidade ou, como ele mesmo diz, a pele de bebê. Por isso, nós trabalhamos muito a ativação do colágeno com ele, com protocolos de estimulação de colágeno de dentro para a fora, suavização da textura da pele e, claro, damos muita atenção à fotoproteção que é muito importante inclusive na prevenção do câncer de pele", afirma a profissional.

Saúde em Dia

Nenhum comentário